1. Usuário
Assine o Estadão
assine

Alves mantém voto aberto para cassação de Donadon

Daiene Cardoso - O Estado de S. Paulo

10 Fevereiro 2014 | 18h 45

Presidente da Câmara negou pedido dos advogados do deputado preso na Papuda; eles alegavam que o processo é anterior à norma derrubou o voto secreto

Brasília - O presidente da Câmara dos Deputados, Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN), negou nesta segunda-feira, 10, o pedido da defesa do deputado Natan Donadon (sem partido-RO) para que a sessão de cassação marcada para a próxima quarta-feira (12) tivesse voto secreto. Os advogados de Donadon alegavam que o novo processo que recomenda a perda de mandato por quebra de decoro parlamentar é anterior à alteração na legislação, que agora prevê votação aberta.

Na decisão, Alves argumenta que "as normas jurídicas de natureza processual possuem aplicabilidade imediata e colhem os processos em curso no estado em que se encontrarem". O peemedebista ressalta que o entendimento é o mesmo do Supremo Tribunal Federal (STF).

A Proposta de Emenda à Constituição (PEC) que abriu o voto dos parlamentares em sessão de cassação de mandato entrou em vigor em 28 de novembro de 2013, data de sua promulgação.

A defesa de Donadon afirmou nesta tarde ao Broadcast Político que pretende levar o assunto para apreciação dos ministros STF.