Estadão - Portal do Estado de S. Paulo

Política

Política » Alves mantém voto aberto para cassação de Donadon

Política

Política

Donadon

Alves mantém voto aberto para cassação de Donadon

Presidente da Câmara negou pedido dos advogados do deputado preso na Papuda; eles alegavam que o processo é anterior à norma derrubou o voto secreto

0

Daiene Cardoso ,
O Estado de S. Paulo

10 Fevereiro 2014 | 18h45

Brasília - O presidente da Câmara dos Deputados, Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN), negou nesta segunda-feira, 10, o pedido da defesa do deputado Natan Donadon (sem partido-RO) para que a sessão de cassação marcada para a próxima quarta-feira (12) tivesse voto secreto. Os advogados de Donadon alegavam que o novo processo que recomenda a perda de mandato por quebra de decoro parlamentar é anterior à alteração na legislação, que agora prevê votação aberta.

Na decisão, Alves argumenta que "as normas jurídicas de natureza processual possuem aplicabilidade imediata e colhem os processos em curso no estado em que se encontrarem". O peemedebista ressalta que o entendimento é o mesmo do Supremo Tribunal Federal (STF).

A Proposta de Emenda à Constituição (PEC) que abriu o voto dos parlamentares em sessão de cassação de mandato entrou em vigor em 28 de novembro de 2013, data de sua promulgação.

A defesa de Donadon afirmou nesta tarde ao Broadcast Político que pretende levar o assunto para apreciação dos ministros STF.

Mais conteúdo sobre:

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.