1. Usuário
Assine o Estadão
assine


Aliados querem CPI da Petrobras que investigue PSDB

RICARDO BRITO - Agência Estado

01 Abril 2014 | 19h 05

A base aliada do governo no Senado reagiu e apresentou nesta terça-feira, 1º, um requerimento para criar uma CPI da Petrobras com a tentativa de também investigar governos do PSDB. No pedido, lido pelo senador Flexa Ribeiro (PSDB-PA), a base aliada cobra apurações de práticas de corrupção, lavagem de dinheiro, desvio de recursos e irregularidades em contratos do Metrô em São Paulo, entre outros fatos.

O novo requerimento da CPI, lido logo em seguida ao requerimento da oposição, foi duramente criticado pela oposição. Para o líder do PSDB no Senado, Aloysio Nunes Ferreira (SP), querem "matar" a CPI por meio de uma manobra regimental. Até o fim da tarde, o requerimento da nova CPI ainda não havia sido divulgado pela Mesa Diretora, mas integrantes da base disseram que ele tinha recebido o apoio de 60 senadores.

"O PMDB não pode ser serviçal da senadora Gleisi Hoffmann (PT-PR)", clamou o líder tucano ao presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL). Para Aloysio Nunes, a decisão de fazer essa CPI é uma "pouca vergonha" com o objetivo de "grilar" a CPI.

O presidente do Senado ficou de responder amanhã ao pedido feito pela oposição para anular o requerimento de criação da CPI da Petrobras juntamente com o escândalo do cartel do Metrô.