Felipe Rau/Estadão
Felipe Rau/Estadão

Alckmin exonera Laércio Benko da Secretaria Estadual de Turismo

É a segunda baixa no secretariado do governo paulista em menos de uma semana

Francisco Carlos de Assis, O Estado de S.Paulo

03 Setembro 2017 | 14h22

O governador Geraldo Alckmin exonerou o secretário de Turismo do Estado, Laercio Benko Lopes. É a segunda baixa no secretariado do governo paulista em menos de uma semana. Na segunda-feira, 28, o até então secretário de Meio Ambiente Ricardo Salles (PP) também foi exonerado por Alckmin. A nota de exoneração de Benko, publicada no sábado, 2, no Diário Oficial do Estado, não diz o motivo da decisão, que deve assumir em breve a presidência do Partido Humanista da Solidariedade (PHS).

Na nota, o governador agradeceu o trabalho realizado pelo secretário na pasta e para o lugar de Benko na Secretaria de Turismo foi nomeado o secretário adjunto da Casa Civil, Fabrício Cobra Arbex, filho da ex-deputada tucana Zulaiê Cobra.

Laércio Benko é irmão do ex-chefe de gabinete da Prefeitura Regional da Lapa, Leandro Benko, exonerado em 1º de agosto pelo prefeito João Doria após ter sido gravado em um suposto esquema de cobrança de propina para liberar propaganda ilegal na capital paulista, no caso que ficou conhecido como a Máfia da Cidade Limpa. O caso foi revelado no dia 31 de julho pelo Rádio CBN, que mencionou empresários, representantes comerciais e 14 servidores públicos, entre os quais o chefe de gabinete da Lapa. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.