1. Usuário
Assine o Estadão
assine

Alckmin escolhe secretário que foi condenado por improbidade

Bruno Boghossian, de O Estado de S. Paulo

08 Janeiro 2013 | 22h 15

Posse do ex-prefeito de São Caetano na pasta de Esportes está marcada para a próxima semana

O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), anunciou nesta terça-feira, 8, a nomeação para a Secretaria de Esportes de um ex-prefeito que já foi condenado por improbidade administrativa. José Auricchio Júnior (PTB), que governou São Caetano do Sul entre 2005 e 2012, foi acusado de ter usado recursos públicos para distribuir um cartão de Natal com o objetivo de se promover.

 

A nomeação do ex-prefeito para a pasta deve ser mantida, apesar da condenação, segundo o governo. Alckmin deve empossá-lo na próxima segunda-feira, no Palácio dos Bandeirantes.

 

Ao condenar o ex-prefeito, a Justiça afirmou que ele gastou dinheiro do município para "promoção pessoal" e que Auricchio "violou os princípios da legalidade, da impessoalidade e da moralidade administrativa".

 

Os cartões de Natal continham o nome e a assinatura do ex-prefeito, e foram enviados por correio a cidadãos de São Caetano do Sul no fim de 2005, primeiro ano de sua gestão.

 

"O envio de cartões de Natal, custeados integralmente pelo Poder Público e com seu nome, visou sua promoção pessoal e, por conseguinte, violou os princípios da legalidade, impessoalidade e moralidade administrativa", escreveu a juíza Daniela Anholeto Valbão, da 6.ª Vara Cível de São Caetano do Sul.

 

A sentença foi publicada em maio de 2009, quando Auricchio ainda era prefeito do município. Ele foi condenado a devolver o dinheiro público gasto com o envio dos cartões, estimado pela prefeitura em R$ 206, e a pagar uma multa equivalente ao dobro do salário que recebia no cargo.

 

"A probidade administrativa exige honestidade e lisura, não permitindo que o administrador se aproveite dos poderes ou facilidades decorrentes do cargo para tirar proveito pessoal", acrescentou a magistrada.

 

Recurso. Os advogados de Auricchio recorreram da decisão, mas a 5.ª Câmara de Direito Público do Tribunal de Justiça de São Paulo negou a apelação em julho de 2012, Os desembargadores afirmaram que estava "configurado o ato de improbidade" e que a pena "se mostra razoável e proporcional."

 

O ex-prefeito também era acusado de ter se promovido com a exposição de outdoors com a marca de seu governo em São Caetano do Sul e municípios vizinhos, mas foi absolvido.

 

O governo pretende manter a indicação de Auricchio para a Secretaria de Esportes, pois acredita que condenação do ex-prefeito foi branda e não o enquadra no artigo da Constituição Estadual que proíbe a nomeação de fichas sujas para o cargo de secretário.

 

"A decisão judicial a que se refere a reportagem não envolve suspensão de direitos políticos, de modo que não se enquadra nos restrições previstas no artigo 111-A da Constituição Estadual para a nomeação de secretários", diz o governo, em nota.

 

Reforma. Auricchio foi indicado para o secretariado de Alckmin pelo PTB, seu aliado no governo e provável apoiador de sua reeleição, em 2014. Ao confirmar sua nomeação, o governador elogiou o ex-prefeito. "Auricchio tem todas as qualidades para desenvolver um trabalho de sucesso", disse.

 

O anúncio do novo secretário de Esportes foi a primeira de uma série de mudanças que o governador pretende fazer em seu secretariado, com o objetivo de reestruturar o governo para sua campanha pela reeleição.

 

Um dos objetivos da nomeação do ex-prefeito de São Caetano do Sul é criar um palanque para Alckmin na região do ABC, onde o governador e seus aliados perderam espaço na última eleição.

 

O governador ainda pretende mudar o comando de outras pastas para acelerar a execução de projetos estratégicos e reacomodar os partidos que devem apoiá-lo na próxima eleição. São esperadas alterações nos comandos das pastas de Desenvolvimento Metropolitano, Desenvolvimento Econômico, Turismo, Agricultura e Justiça.

 

(Colaboraram Fernando Gallo e Julia Duailibi)

Você já leu 5 textos neste mês

Continue Lendo

Cadastre-se agora ou faça seu login

É rápido e grátis

Faça o login se você já é cadastro ou assinante

Ou faça o login com o gmail

Login com Google

Sou assinante - Acesso

Para assinar, utilize o seu login e senha de assinante

Já sou cadastrado

Para acessar, utilize o seu login e senha

Utilize os mesmos login e senha já cadastrados anteriormente no Estadão

Quero criar meu login

Acesso fácil e rápido

Se você é assinante do Jornal impresso, preencha os dados abaixo e cadastre-se para criar seu login e senha

Esqueci minha senha

Acesso fácil e rápido

Quero me cadastrar

Acesso fácil e rápido

Cadastre-se já e tenha acesso total ao conteúdo do site do Estadão. Seus dados serão guardados com total segurança e sigilo

Cadastro realizado

Obrigado, você optou por aproveitar todo o nosso conteúdo

Em instantes, você receberá uma mensagem no e-mail. Clique no link fornecido e crie sua senha

Importante!

Caso você não receba o e-mail, verifique se o filtro anti-spam do seu e-mail esta ativado

Quero me cadastrar

Acesso fácil e rápido

Estamos atualizando nosso cadastro, por favor confirme os dados abaixo