1. Usuário
Assine o Estadão
assine

Alckmin ajuda Aécio a atrair seis partidos 'nanicos'

Pedro Venceslau e Elizabeth Lopes - O Estado de S.Paulo

15 Maio 2014 | 14h 35

Pelos cálculos dos tucanos, grupo de partidos agregaria 20 segundos para campanha do senador na TV

SÃO PAULO - O governador Geraldo Alckmin está ajudando o senador Aécio Neves, pré-candidato do PSDB à Presidência da República, a negociar a entrada de um bloco de seis partidos nanicos na campanha nacional tucana.

Escalado para fazer a "ponte" , o secretário da Casa Civil do Palácio dos Bandeirantes, Edson Aparecido, reuniu-se nesta quinta-feira, 15, com Aécio em São Paulo na sede estadual do PSDB para falar sobre a articulação, que envolve o PTN, PTC, PTdoB, PMN, PSL e PEN.

Pelos cálculos dos tucanos, esse grupo agregaria 20 segundos para Aécio na propaganda eleitoral gratuita de rádio e TV. Com apoio garantido até agora apenas do DEM e do Solidariedade, o senador mineiro teria pouco mais de 4 minutos, contra 14 minutos da presidente Dilma Rousseff, que disputará a reeleição. As siglas, que ficam sediadas em São Paulo, já fecharam o apoio a reeleição de Alckmin no Estado e são próximas dele.