AGU comanda primeira reunião sobre auxílio-moradia na próxima terça

AGU comanda primeira reunião sobre auxílio-moradia na próxima terça

Encontro deve contar com representantes do Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão e da Associação dos Juízes Federais do Brasil

Breno Pires e Carla Araújo, O Estado de S.Paulo

28 Março 2018 | 21h13

BRASÍLIA - A Advocacia-Geral da União (AGU) marcou para a próxima terça-feira, 3, às 16h, em Brasília, a primeira reunião sobre auxílio-moradia na Câmara de Conciliação da Administração Federal (CCAF). O encontro mediará as negociações entre as entidades que representam magistrados e o poder público federal em busca de uma solução sobre o tema.

+ Adiar decisão de auxílio-moradia custa R$ 135,5 milhões por mês

A AGU convidou para a primeira reunião, pelo lado do Estado, representantes do Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão. Integrantes da Associação dos Magistrados Brasileiros (AMB), da Associação Nacional dos Magistrados da Justiça do Trabalho (Anamatra) e da Associação dos Juízes Federais do Brasil (Ajufe) representam os magistrados. O Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP) também foi chamado a indicar um representante para compor o grupo.

+ Auxílio-moradia pago ao Judiciário contrataria 145 mil soldados no RJ

A Advocacia-Geral da União decidiu convidar ainda para a mesa de negociação os noves Estados que estão listados como parte em uma das ações que tratam do auxílio moradia: Acre, Amazonas, Bahia, Ceará, Espírito Santo, Paraíba, Rio Grande do Sul, São Paulo e Piauí. Outro convidado foi o presidente do Colégio Nacional de Procuradores-Gerais nos Estados, o procurador-Geral do Estado do Rio Grande do Norte, Francisco Wilkie.

​Tratativas

A partir da primeira reunião, será esclarecida a controvérsia jurídica de que tratará a Câmara de Conciliação e serão definidas as partes que continuarão na negociação. Só então haverá a instalação oficial do grupo e a definição do cronograma.

Incumbida pelo Supremo Tribunal Federal de liderar as tratativas de conciliação sobre o auxílio moradia, a AGU tem a intenção de tratar do assunto com celeridade. Quem estará à frente do comitê, por parte da AGU, é a procuradora Federal Helena Costa.

+ Exclusivo: Fux tira auxílio-moradia da pauta do Supremo

O tema foi encaminhado para análise da comissão liderada pela AGU por decisão do ministro relator das ações no Supremo Tribunal Federal (STF), Luiz Fux, que na véspera do julgamento na semana passada retirou os itens da pauta.

Na manhã desta quarta-feira, 28, a advogada-geral da União, Grace Mendonça, se reuniu com o presidente Michel Temer e com o presidente do Tribunal Superior Eleitoral, Luiz Fux. Oficialmente, a reunião tratou sobre orçamento do Tribunal Superior Eleitoral.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.