1. Usuário
Assine o Estadão
assine


Aeronáutica negocia empréstimo de caças da Suécia até chegada de Gripen

DÉBORA ÁLVARES - Agência Estado

27 Fevereiro 2014 | 15h 49

Expectativa é de que aviões emprestados cheguem em 2016, dois anos antes da chegada dos aviões que foram comprados para substituir a frota da Força Aérea

A Força Aérea tem conversado com a Suécia sobre a possibilidade de empréstimos de caças até a chegada do novo Gripen, destacou nesta quinta-feira, 27, o comandante da Aeronáutica, tenente-brigadeiro-do-ar Juniti Saito. "Há uma possibilidade de ter uma boa vontade do comandante da Força Aérea para fazer isso (empréstimo de caças)", destacou o brigadeiro após participar de uma audiência pública na Comissão de Relações Exteriores (CRE) do Senado.

O comandante compareceu à Casa na manhã desta quinta para falar sobre a compra de 36 caças suecos, do modelo Gripen NG, pelo valor de US$ 4,5 bilhões. Como os supersônicos só começam a chegar em 2018, o Brasil espera que a Suécia confirme o empréstimo de 10 a 12 caças de modelo anterior ao adquirido, Gripen CD. Dois pilotos brasileiros devem receber treinamento, a convite da Suécia, já em agosto.

Os caças emprestados só devem chegar ao Brasil em 2016 em substituição aos franceses Mirage 2000, desativados no fim do ano passado. A chegada dos novos Gripen NG está prevista para 2018, mas a estruturação do esquadrão só deve estar pronta entre 2019 e 2020. O contrato de compra dos supersônicos deve ocorrer no fim deste ano.