1. Usuário
Assine o Estadão
assine


Aécio vê 'messianismo' em candidata do PSB

CHICO SIQUEIRA , ESPECIAL PARA O ESTADO , SÃO JOSÉ DO RIO PRETO - O Estado de S.Paulo

31 Agosto 2014 | 04h 23

Sem citar o nome de Marina, tucano afirma que quem 'acreditar em caminho sobre as águas' vai se frustrar

Em encontro com cerca de 2.000 cabos eleitorais no Clube Palestra, em São José do Rio Preto, no interior de São Paulo, o candidato do PSDB à Presidência, Aécio Neves, chamou de "messiânica" a candidatura de sua adversária Marina Silva, pelo PSB, dizendo que isso pode levar à "frustração".

"Aquele que acha que de forma solitária, ou messiânica, pode apresentar um caminho, caminhando sobre as águas, e levar a todos a um futuro melhor, se frustrará se acreditar nisso", disse ele. Na sua fala, Aécio não deu destaque à candidatura de Dilma.

O tucano disse também sentir-se "homenageado" ao conhecer o programa de governo da rival, que considera inspirado em causas tucanas. Terceiro colocado na mais recente pesquisa Datafolha, Aécio aparece agora com 15% das intenções de voto, bem atrás dos 34% de Marina e da presidente Dilma Rousseff (PT).

O programa de Marina divulgado na sexta-feira, segundo ele, representa "o maior apoio" que recebeu até agora na campanha. "Eu me senti imensamente homenageado com o programa de governo lançado pela candidata Marina Silva (...) porque ela reforça nossas ideias do ponto de vista econômico, reproduz nossos exemplos de Minas Gerais e valoriza aquilo que nós defendemos desde sempre: o agronegócio como instrumento essencial de desenvolvimento econômico e social". Ele acusou a candidata, também, de ter ajudado o PT a "destruir o legado do Plano Real".

Em outro momento, o candidato do PSDB atacou o PT e criticou a condução econômica do governo. "Estou convencido de que a campanha começou de verdade, pois é agora que as ideias dos candidatos devem ser apresentadas e confrontadas com suas histórias de vida."

  • Tags: