1. Usuário
Assine o Estadão
assine

Aécio: pesquisa aponta para 'estertor' do governo Dilma

RICARDO BRITO - Agência Estado

27 Março 2014 | 17h 37

O pré-candidato do PSDB à Presidência, senador Aécio Neves (MG), afirmou nesta quinta-feira que os resultados da pesquisa CNI/Ibope apontam para o "estertor" do governo Dilma Rousseff. Entre outros dados negativos para o Palácio do Planalto, a sondagem revelou que a avaliação positiva do governo caiu de 43% para 36% em relação ao levantamento anterior, realizado em dezembro.

"Esses indicadores que mostram queda na popularidade da presidente é resultado do conjunto da obra. Não é apenas Pasadena e a Petrobras, que impactam na consciência dos brasileiros e expectativas. Mas é o conjunto da obra", afirmou o tucano, em entrevista na entrada do plenário do Senado.

Para Aécio Neves, a equação do PT é "inflação alta com crescimento baixo". "Na infraestrutura, patinamos até aqui. Tudo parado, no meio do caminho, custo Brasil elevadíssimo. Os resultados começam a apontar para um governo que vive os seus estertores", disse.

A sondagem do Ibope, realizada entre os dias 14 e 17 deste mês, foi feita antes da revelação da reportagem do jornal O Estado de S. Paulo de que Dilma, quando presidia o Conselho de Administração da Petrobras, votou a favor da compra de parte da refinaria de Pasadena com base em um resumo juridicamente "falho".

Em 2012, a estatal concluiu a compra da refinaria e pagou ao todo US$ 1,18 bilhão por Pasadena, que, sete anos antes, havia sido negociada por US$ 42,5 milhões à ex-sócia belga. A oposição protocolou na manhã de hoje um pedido de CPI no Senado para investigar supostas irregularidades na estatal.