1. Usuário
Assine o Estadão
assine


Aécio defende redução da maioridade para crime hediondo

ELIZABETH LOPES E PEDRO VENCESLAU - Agência Estado

02 Maio 2014 | 18h 01

O senador e pré-candidato do PSDB à Presidência da República, Aécio Neves, defendeu nesta sexta-feira em palestra no Fórum Empresarial de Comandatuba (BA) uma proposta polêmica, que é objeto de críticas por parlamentares ligados ao PT e à esquerda, como o PSOL: o fim da maioridade penal para crimes hediondos.

Bastante aplaudido por uma plateia composta basicamente por mais de 300 empresários, o tucano citou o correligionário, senador Aloysio Nunes Ferreira (PSDB), um dos nomes cotados para integrar sua chapa na condição de vice, também presente ao evento na Bahia, destacando sua Proposta de Emenda à Constituição (PEC) para reduzir a maioridade penal para crimes hediondos.

"Temos de ter a coragem de enfrentar a questão do aumento da criminalidade de forma clara, sem a omissão que hoje vem ocorrendo por parte do governo federal. Há uma polêmica enorme com relação à redução da maioridade, mas há um projeto de autoria do Aloysio, que tenho apoiado como senador e apoiarei se for a vontade do meu partido (indicá-lo para vice em sua chapa) que permite, em casos extremamente graves, em consulta ao Ministério Público e o Estatuto da Criança e do Adolescente pode haver a decretação, por parte do magistrado, da redução da maioridade penal."

Segundo o presidenciável do PSDB, esta é uma questão polêmica e não é simples. Contudo, "é preciso enfrentar para não ficar contemplando passivamente o aumento absurdo da criminalidade". E alertou para a existência de uma verdadeira indústria do crime, onde se contratam menores para os criminosos escaparem das penas.