1. Usuário
Assine o Estadão
assine


Aécio defende deputado envolvido em mensalão tucano

PEDRO VENCESLAU E MARIÂNGELA GALLUCCI - Agência Estado

07 Fevereiro 2014 | 19h 33

O senador Aécio Neves disse nesta sexta-feira, 7, em Araçatuba, no interior de São Paulo, que o ex-governador de Minas Gerais Eduardo Azeredo (PSDB-MG) "é um homem de bem". O presidente do PSDB disse ainda que o caso do mensalão mineiro está "há anos-luz" do caso do mensalão petista, mas reconheceu que "provavelmente" o episódio será usado pelos adversários na campanha eleitoral.

O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, pediu que o Supremo Tribunal Federal (STF) condene Azeredo a uma pena de 22 anos de prisão e pagamento de multa de R$ 451 mil por participação em um esquema denominado mensalão mineiro.

O pedido foi encaminhado nesta semana ao STF, que julgará o processo do mensalão mineiro. Nas alegações finais entregues ao STF, o chefe do Ministério Público Federal afirma que Azeredo cometeu os crimes de peculato e lavagem de dinheiro.