1. Usuário
Assine o Estadão
assine

A busca pelo Estado palestino

Abbas diz que não quer 'afogar' Israel com refugiados

Agência Estado

16 Fevereiro 2014 | 14h 13

O presidente palestino, Mahmoud Abbas que não quer "afogar Israel com milhões de refugiados (palestinos)" de forma a alterar sua natureza". Ele fez o declaração em um encontro com cerca de 300 jovens israelenses que o visitaram na Cisjordânia.

O comentário deste domingo foi considerado bastante conciliador na tentativa de encontrar uma solução para os refugiados palestinos que foram expulsos do território hoje ocupado pelo Estado de Israel, e que atualmente somam 5 milhões de pessoas.

Em Israel, existe um amplo consenso contra a aceitação de um reassentamento em grande escala destes refugiados em qualquer futuro acordo de paz que seja firmado com os palestinos, em meio a temores de que isso diluiria a maioria judaica de Israel.

Abbas disse aos visitantes israelenses que ele procura uma "solução criativa" para os refugiados.

Hamas

Também neste domingo, um porta-voz do Hamas disse que o grupo extremista islâmico irá se opor a qualquer força internacional que tente interferir no futuro da Palestina. A declaração acrescentando uma nova complicação para os esforços de paz mediados pelos Estados Unidos.

O secretário de Estado norte-americano, John Kerry, está tentando negociar questões de segurança entre Israel e os palestinos para esboçar um tratado de paz final.

Israel exigiu manter uma força militar presente em partes da Cisjordânia

depois de um possível acordo, alegando preocupações relacionadas à segurança. O presidente palestino, Mahmoud Abbas, se opôs à proposta, mas disse que aceitaria tropas de paz internacionais. Fonte: Associated Press.

A busca pelo Estado palestino