Estadão - Portal do Estado de S. Paulo

Política

Política » Zenaldo Coutinho ganha, mas ainda corre risco em Belém

Eleições

Reprodução/Facebook

Política

Belém

Zenaldo Coutinho ganha, mas ainda corre risco em Belém

Candidato do PSDB teve 52,33% dos votos válidos; em 17 de outubro, a Justiça Eleitoral cassou a sua candidatura por propaganda na internet fora do prazo permitido por lei e uso do dinheiro público em promoção pessoal

0

O Estado de S.Paulo

30 Outubro 2016 | 22h03

O prefeito Zenaldo Coutinho (PSDB) foi reeleito em Belém após uma disputa acirrada com Edmilson Rodrigues (PSOL). A campanha foi de duros ataques entre os dois adversários. Ele obteve 52,33% dos votos, contra 47,67% do adversário. Cerca de 219 mil eleitores dos 1,043 milhão inscritos na capital paraense não apareceram para votar – uma abstenção de 21,25%.

Coutinho volta a governar a capital de 1,5 milhão de habitantes com um orçamento de R$ 3,5 bilhões e muitos problemas nas áreas de saúde, segurança, transporte e saneamento básico. Durante a campanha, o tucano teve o apoio do governador de seu partido, Simão Jatene.

No dia 17 de outubro, a Justiça Eleitoral cassou a candidatura de Coutinho por propaganda na internet fora do prazo permitido por lei e uso do dinheiro público em promoção pessoal. Ele recorreu e obteve efeito suspensivo contra a decisão do juiz Antonio Cláudio Von Lohrmann Cruz, o que permitiu que ele pudesse concorrer e ter seus votos computados na apuração do domingo, 30.

O recurso ainda não tem data para ser julgado pelo pleno do TRE paraense. Coutinho ainda responde a outras três ações judiciais, uma delas por abuso de poder político, econômico, compra de votos e conduta vedada a agente público.

Encontrou algum erro? Entre em contato

0 Comentários

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.