Votações nominais representam só 15% do total

Os votos individuais dos deputados só são registrados pela Câmara em votações nominais, nas quais o painel eletrônico exibe os resultados.

O Estado de S.Paulo

13 Maio 2012 | 03h06

Desde o início de 2011, ocorreram 115 votações nominais, o que representa menos de 15% do total de votações realizadas no período.

Em todas as demais, chamadas de simbólicas, não é possível saber como os deputados votaram - mas a lógica indica que os interesses do governo prevaleçam.

Na votação simbólica, o presidente da sessão anuncia o projeto em debate e pede que os parlamentares favoráveis à proposta permaneçam como estão. Em seguida, declara o resultado. Caso discordem da interpretação do presidente, líderes partidários podem solicitar a realização de votações nominais.

A oposição, que é minoritária, se vale das votações nominais como ferramenta para intervir na pauta.

Das 98 votações nominais mostradas no Basômetro - que só inclui aquelas nas quais o governo orientou sua base -, 58% foram pedidas por PSDB, DEM, PV e PPS.

A estratégia é fazer pedidos de destaque, para votar pontos específicos em separado, ou tentar bloquear a pauta de votações com solicitações de adiamento ou de retirada. No total, a oposição pediu 36 destaques e tentou travar a pauta 21 vezes.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.