Reeleito, Richa diz que a hora é de 'entrar de cabeça' na campanha de Aécio Neves

Reeleito, Richa diz que a hora é de 'entrar de cabeça' na campanha de Aécio Neves

Governador declara que principal projeto para o segundo mandato será o programa de industrialização paranaense

Pablo Pereira e Julio Cesar Lima, O Estado de S. Paulo

05 Outubro 2014 | 20h15

Com 100% das urnas apuradas, o governador Beto Richa (PSDB) foi reeleito no Paraná com 55,67% dos votos válidos - 3,301.322 votos. Richa derrotou o senador Roberto Requião (PMDB), que teve 1.634.316 (27,56%), e a ex-ministra da Casa Civil, Gleisi Hoffmann (PT), que ficou 14,87% - 881.857, menos de um terço da votação do Senado em 2010.

Na primeira entrevista após a confirmação da reeleição, Richa disse ao Estado que vai se dedicar à campanha de Aécio Neves no segundo turno para a Presidência da República. “Agora é entrar de cabeça na campanha de Aécio”, afirmou Richa. 

O governador declarou que seu principal projeto para o segundo mandato no Estado é o programa de industrialização paranaense. “A industrialização será o meu maior legado no governo do Estado”, disse.Richa recebeu a notícia da confirmação matemática da reeleição às 18h50, quando estava no comitê de campanha, no bairro Alto da Glória. 

O senador Álvaro Dias (PSDB) foi reeleito com 77% da votação - 4.101.848 de votos. O deputado estadual mais votado foi Ratinho Junior (PTC), com 300 mil. Com 200 mil, Cristiane Yared (PTN) é a federal mais votada. Ela é mãe de Gilmar Yared, morto em acidente de trânsito em 2009.

Mais conteúdo sobre:
Eleições 2014 eleições Beto Richa

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.