1. Usuário
Assine o Estadão
assine

Protesto no Recife reuniu 50 mil

O Estado de S.Paulo

24 Maio 2014 | 02h 09

Os pernambucanos foram às ruas no ano passado embalados pelas manifestações que tomaram conta do País em junho. O maior protesto reuniu cerca de 50 mil pessoas na região central do Recife e foi organizado durante o jogo da Copa das Confederações em que o Brasil venceu o Uruguai e se classificou para a final do campeonato. A passeata começou pacífica, mas terminou com pessoas detidas e alguns manifestantes feridos.

Assim como aconteceu em outras cidades do País, apesar de a pauta central ser a melhoria do transporte público, outras reivindicações foram incorporadas aos atos, como o fim da corrupção. Quase um ano depois das manifestações, o prefeito do Recife, Geraldo Julio (PSB), assinou nesta semana um projeto de lei que institui a gratuidade nos ônibus para estudantes da rede municipal de ensino. A expectativa é de que o benefício comece a valer até o segundo semestre.

Na semana passada, novos protestos tiveram como foco a Copa do Mundo. Ato marcado para a região metropolitana do Recife, no entanto, teve adesão menor que o esperado pelos organizadores porque a cidade vivia dias de caos por causa de uma greve da Polícia Militar. Vários estabelecimentos comerciais foram saqueados e o governo federal teve de mandar homens da Força Nacional de Segurança Pública para Pernambuco.

  • Tags: