1. Usuário
Assine o Estadão
assine


Petistas incentivaram investida contra STF, afirmam agentes

João Domingos - O Estado de S.Paulo

14 Fevereiro 2014 | 02h 09

Infiltrado na passeata do Movimento dos Sem Terra (MST) realizada anteontem, em Brasília, o serviço de inteligência da Câmara dos Deputados avisou à segurança do Supremo Tribunal Federal que petistas estavam incentivando a invasão da Corte. Imediatamente, o ministro Ricardo Lewandowski, que presidia a sessão, decidiu suspendê-la. Ele avisou que tinha recebido um alerta da segurança e que havia, de fato, risco de invasão. De acordo com o serviço de segurança da Câmara, quando os manifestantes chegaram ao local onde o PT montou um acampamento para protestar contra a condenação de ex-dirigentes do partido no processo do mensalão, houve uma onda de incentivos para que se dirigissem ao STF. O acampamento é feito por filiados ao PT do Distrito Federal, que desde novembro se revezam nas barracas. O ex-deputado João Paulo Cunha (PT-SP) almoçou com eles no dia 3, véspera da prisão.

  • Tags: