Jatene bate Barbalho e vai para o terceiro mandato

Jatene bate Barbalho e vai para o terceiro mandato

Diferença entre o candidato do PSDB e seu adversário Helder Barbalho (PMDB) fica em menos de 4%

Fábio Brandt / Belém, O Estado de S. Paulo

26 Outubro 2014 | 20h36

Atualizado às 23:30

O governador do Pará, Simão Jatene (PSDB), foi reeleito neste domingo. Ele teve 51,92% dos votos. Seu adversário, Helder Barbalho (PMDB), filho do senador Jader Barbalho (PMDB), teve 48,08% dos votos.

Jatene tem 65 anos e vai para seu terceiro mandato de governador. Sua primeira eleição para o cargo ocorreu em 2002. Em 2006, ele não disputou a reeleição e o Pará elegeu sua adversária Ana Júlia Carepa (PT). Em 2010, Jatene concorreu a um novo mandato e foi vencedor.

No fim da manhã de domingo, ao votar, Jatene alfinetou seu adversário afirmando que o modo das oligarquias de fazer política deve ser “varrido” do País. Helder, por sua vez, adotou um discurso de “já ganhou” e falou sobre como seriam os primeiro 100 dias de seu governo.

Apesar da vitória de Jatene, seu aliado e correligionário Aécio Neves teve menos votos do que Dilma Rousseff (PT) no Pará. A petista conseguiu 57,4% no Estado. Aécio teve 42,6%.

Dilma contou com o apoio do senador Jader e de seu filho, que pediram votos para ela. Dilma esteve uma vez no Pará e pediu votos para Helder Barbalho. O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva esteve três vezes no Estado também para apoiar o filho de Jader Barballho. Os dois líderes petistas estamparam milhares de cartazes, placas e adesivos espalhados por Helder no Estado.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.