1. Usuário
Assine o Estadão
assine


Ex-diretor da Petrobrás é esperado nesta quarta na Câmara

BRASÍLIA - O Estado de S.Paulo

16 Abril 2014 | 03h 50

Nestor Cerveró foi apontado por Dilma como autor do resumo técnico que omitiu informações sobre Pasadena

O ex-diretor da Área Internacional da Petrobrás Nestor Cerveró é esperado nesta quarta-feira, 16, na Comissão de Fiscalização Financeira e Controle da Câmara para expor sua versão sobre a compra da refinaria de Pasadena, no Texas (EUA). A expectativa da oposição é de que ele se contraponha à versão da presidente Dilma Rousseff, corroborada nessa terça, 15, por Graça Foster, da omissão de informações ao Conselho de Administração.

"A presidente da Petrobrás está acusando o Cerveró de ser o responsável pelo prejuízo. É a hora de ele responder", afirmou o vice-líder do PSDB na Casa, Vanderlei Macris (SP).

Edson Ribeiro, advogado do ex-diretor da estatal, encaminhou na tarde de segunda-feira uma confirmação de presença. Foi ele quem procurou a oposição nas últimas semanas colocando o cliente à disposição para dar esclarecimentos.

No começo do mês, Edson Ribeiro que o contrato da operação de compra de metade da refinaria de Pasadena, no Texas (EUA), foi enviado ao Conselho de Administração da estatal com 15 dias de antecedência à reunião na qual o negócio foi aprovado. O Palácio do Planalto rebateu as informações e documentos internos da companhia, anexados à ata da reunião, ficaram prontos às vésperas do encontro.