1. Usuário
Assine o Estadão
assine


Entre beneficiários, 36 filiados ao PDT, aponta relatório

O Estado de S.Paulo

03 Março 2014 | 02h 06

Uma auditoria da Controladoria-Geral da União concluída em outubro encontrou 36 filiados do PDT entre os beneficiários de pagamentos da ADRVale. A maioria integra ou integrava os quadros do partido em Santa Catarina, comandado há anos pelo ministro Manoel Dias, e não comprovou ter prestado serviços para a entidade.

O órgão de controle federal pediu a abertura de uma tomada de contas especial para definir os responsáveis e calcular eventuais prejuízos com repasses à entidade. Os filiados, segundo a auditoria, se beneficiaram das irregularidades.

Em alguns casos, eles receberam sem comprovar que trabalharam. Em outros, abriram firmas que eram contratadas pela entidade. Ex-prefeito de Brusque, Danilo Moritz era sócio de empresas que receberam R$ 35 mil da entidade, revela a auditoria.

"A execução do convênio continha um número expressivo de agentes e militantes partidários, sendo que, em sua grande maioria, não se demonstra qual seria a prestação de serviços realizada. Alguns deles eram sócios de empresas contratadas pela ADRVale que estão envolvidas em irregularidades", constatou a CGU. O ex-prefeito Moritz não foi localizado pelo Estado.

  • Tags: