Sergio Moraes/Reuters
Sergio Moraes/Reuters

Em site oficial, Ciro se apresenta como candidato 'ficha-limpa'

Presidenciável do PDT afirmou ainda que passa longe dos 'escândalos e da roubalheira'

Daiene Cardoso, O Estado de S.Paulo

02 Maio 2018 | 21h56

BRASÍLIA - Pré-candidato do PDT à Presidência da República, Ciro Gomes colocou no ar o site oficial de sua pré-campanha, em que se apresenta ao eleitorado como um político que passa longe dos escândalos e da “roubalheira”. No momento em que Ciro se aproxima dos petistas após a prisão do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, condenado na Lava Jato, o presidenciável faz questão de dizer aos eleitores que é “ficha-limpa” e que o Brasil precisa de “decência na política”.

+ Ciro agradece Wagner por sugerir chapa conjunta de PDT e PT

Um dos primeiros pré-candidatos a lançar um canal oficial de comunicação, além das redes sociais, o pedetista se define como um político honesto, experiente, corajoso e independente, que age de acordo com o que pensa e sente. “Eu sempre soube que, para ser independente, não podia ter o rabo preso com ninguém”, afirma.

O pré-candidato diz ainda ter orgulho de sua trajetória como deputado, prefeito, governador e ministro da Fazenda no governo Itamar Franco e Integração Nacional na era Lula. “Posso me orgulhar de nunca ter tido meu nome envolvido em qualquer tipo de escândalo ou roubalheira. O que nós precisamos no Brasil é de decência na política, preparo e experiência”, prega.

+ Operação da PF dificulta ‘plano B’ do PT ao Planalto

Um vídeo traz a biografia de Ciro, onde o apresenta como candidato “ficha-limpa”. “Aos 60 anos, Ciro tem o preparo, a firmeza, a experiência e a honestidade que o Brasil precisa”, diz a apresentação. Apesar de se apresentar como um político do Nordeste, Ciro destaca em seu portal que nasceu em Pindamonhangaba, no interior de São Paulo, e que aos 4 anos sua família se mudou para Sobral, no Ceará.

De olho no eleitorado nordestino, em especial os eleitores do ex-presidente Lula, o pedetista dá destaque ao fato de ter tirado do papel o projeto da transposição do rio São Francisco durante sua gestão à frente do Ministério da Integração Nacional do governo Lula. 

+ Mudanças na Previdência e no sistema tributário serão colocadas em debate, diz Ciro Gomes

Faltando três meses para o início da campanha oficial, os pré-candidatos estão cada vez mais ativos nas redes sociais e organizando as equipes que cuidarão de suas imagens.

Ciro, por exemplo, faz transmissões ao vivo das agendas oficiais e das entrevistas coletivas. Ciro escolheu como marqueteiro o jornalista Manoel Canabarro. Ele já trabalhou com o publicitário Duda Mendonça, que fez a campanha presidencial de Lula em 2002. Foi o próprio Duda que apresentou o jornalista ao presidenciável.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.