1. Usuário
Assine o Estadão
assine

Eleições 2014

Em entrevista, Skaf poupa Alckmin; na internet, ataca

Mateus Coutinho - O Estado de S. Paulo

11 Agosto 2014 | 23h 56

Candidato do PMDB ao governo paulista divulga vídeo satírico usando hit 'Lepo Lepo' sobre a crise hídrica do Estado

O candidato do PMDB ao governo paulista, Paulo Skaf, voltou a afirmar ontem que a crise hídrica no Estado exige a colaboração da sociedade e se colocou "à disposição" do governador Geraldo Alckmin (PSDB), seu adversário em outubro, para ajudar a enfrentar o problema.

Ao tratar do tema na série Entrevistas Estadão, sexta-feira passada, Skaf já havia adotado tom conciliador, condenando o "uso eleitoral" da crise. Nesta segunda-feira, voltou a ser diplomático. "Isso é uma situação grave e quero me colocar à disposição do governo para colaborar", afirmou, explicando que as obras que deveriam ser feitas para enfrentar o problema só poderão ser realizadas nos próximos anos. "O momento é de colaboração."

As falas do candidato contrastam com as propagandas que sua campanha vem divulgando na internet. No sábado, seu comitê divulgou vídeo com uma paródia da música Lepo Lepo, do grupo Psirico, na qual critica a gestão Alckmin pela crise de abastecimento. "A água tá acabando e eu não sei o que fazer, e o culpado de verdade já está aí há 12 anos e não soube resolver", diz trecho do material produzido pela campanha do peemedebista.

Questionado sobre o vídeo, Skaf disse que ele era apenas uma brincadeira feita para "sensibilizar a população".

Skaf comentou o assunto ao ser provocado por um repórter que perguntou quantos banhos ele estava tomando por dia. O candidato do PMDB não respondeu à pergunta.

Mateus Coutinho/Estadão
Candidato do PMDB havia dito que tema da falta de água não deveria entrar no debate eleitoral

Balde. Também ontem, o coordenador da campanha de Alexandre Padilha (PT) ao governo do Estado, Emídio de Souza, divulgou em seu twitter oficial uma montagem com as fotos dos tucanos Aécio Neves, candidato a presidente, José Serra, candidato ao Senado por São Paulo, Alckmin, que disputa a reeleição, e Fernando Henrique Cardoso. Na imagem, todos estão com um balde na cabeça e acima aparece a frase "Caminhão pipa é para os fracos".

Na postagem, o petista ainda critica a gestão do PSDB no Estado. "Gestão eficiente no Estado de São Paulo... agora é lata d'água na cabeça! #semágua #crise #turmadobalde", dizia a postagem do coordenador.

Outra que aparece na montagem ao lado dos nomes do PSDB é a empresária paulistana Isabela Raposeiras, dona de um café na capital paulista que acusou os integrantes do PT de serem preconceituosos contra a "elite branca europeia".

A campanha de Alckmin afirmou que não iria se manifestar sobre o vídeo da campanha de Skaf nem sobre a provocação de Emídio nas redes sociais.

Eleições 2014