Reprodução
Reprodução

Eleitor é morto em Fortaleza após suposta discussão política

Antônio Carlos Pinheiro da Silva saiu de casa com uma bandeira de um dos candidatos que disputam o segundo turno na cidade

Carmen Pompeu, especial para o Estado, O Estado de S.Paulo

30 Outubro 2016 | 17h15

FORTALEZA  – Um eleitor foi morto na manhã deste domingo (30), no bairro Cristo Redentor, em Fortaleza, após uma suposta discussão política. De acordo com familiares, Antônio Carlos Pinheiro da Silva, de 21 anos, saiu de casa com uma bandeira de um dos candidatos que disputam o segundo turno em Fortaleza. A polícia ainda está apurando e não confirma se o crime tem conotação política.

O delegado do 7º Distrito Policial, Breno Fontenele, informou que o homicídio aconteceu às 11h50 (horário local) na Rua Camélia. A vítima foi morta com um tiro. Os suspeitos de atirar em Antônio estariam em um carro modelo Cross Fox, de cor preta, e conseguiram fugir. A polícia ainda não tem pistas sobre o paradeiro deles.

A vítima chegou a ser levada ainda com vida para uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA), na Avenida Leste Oeste, mas não resistiu. De acordo com o delegado, Antônio respondia pelo crime de homicídio.

Mais conteúdo sobre:
Eleições Fortaleza

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.