1. Usuário
Assine o Estadão
assine

E-mails indicam que Rose tratou com Lula das nomeações dos irmãos Vieira

Fausto Macedo, Fernando Gallo e Bruno Boghossian, de O Estado de S.Paulo

30 Novembro 2012 | 02h 00

Relatório da PF mostra mensagens da ex-chefe do gabinete da Presidência em São Paulo contando aos ex-diretores que iria consultar o ex-presidente sobre suas indicações

Relatório de inteligência da Polícia Federal revela que a ex-chefe de gabinete da Presidência da República em São Paulo Rosemary Nóvoa de Noronha disse aos irmãos Rubens e Paulo Vieira que trataria de suas nomeações para agências reguladoras com o então presidente Luiz Inácio Lula da Silva. O documento não cita nominalmente o petista, mas investigadores da Operação Porto Seguro - que desmantelou a organização infiltrada em órgãos públicos para venda de pareceres técnicos - estão certos de que Rose se referia a Lula ao escrever "PR". O jargão é usado no governo para se referir ao chefe do Executivo.

Paulo Vieira, apontado pela PF como chefe do esquema, era diretor de Hidrologia da Agência Nacional de Águas (ANA). Seu irmão Rubens foi nomeado diretor de Infraestrutura Aeroportuária da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), ambos no governo Lula.

Os e-mails entre Rose, Paulo e Rubens - aos três são imputados crimes de corrupção e tráfico de influência - estão copiados no capítulo "troca de favores", do dossiê número 9 da Porto Seguro, rotulado R9 pela PF. A transcrição das correspondências preenche dois volumes de 250 páginas cada. As citações em código também fazem menção ao ex-ministro José Dirceu, condenado no julgamento do mensalão, segundo as investigações.

Os analistas demonstram perplexidade ante a intensa dedicação da ex-chefe de gabinete para nomeações e obtenção de mimos. "Diante de tantas trocas de favores buscou-se produzir, com base nos elementos de prova colhidos até o momento, uma relação sobre favores, pedidos, cobranças, ou vantagens que Paulo pede para Rose, e também, favores, cobranças, pedidos ou vantagens que Rosemary pede para Paulo."

O R9 indica o início das negociações do grupo para assumir cargos estratégicos nas agências reguladoras. Em 20 de janeiro de 2009, Rubens mandou e-mail para Rose, às 14h52, no qual anota. "Tendo por referência a conversa mantida com Paulo na data de hoje passo a descrever a questão da diretoria da Anac. No próximo mês de março termina o mandato do diretor Ronaldo Seroa da Mota e o presidente Lula poderá indicar um novo titular para o cargo."

Rubens começa a fazer lobby de si mesmo, "Eu preencho todos os requisitos para o cargo. Sou o corregedor-geral da agência desde 2006, nomeado pelo presidente da República."

No dia seguinte, às 10h46, Rose retorna. "Oi Rubens, vou tentar falar com o PR na próxima terça feira na sua vinda a São Paulo. Me envie seu currículo atualizado e os artigos que o Paulo falou. Se você estiver aqui em SP posso te colocar no evento de terça feira à tarde. Pelo menos vê se cumprimenta só para ele lembrar de vc, aí eu ataco. Bjokas. Rosemary."

Experiência. No dia 24 de agosto de 2009, às 14h07, Paulo inicia assim mensagem. "Prezada Rose, caso da ANA." "Todos na diretoria são técnicos da área de Hidrologia. A minha experiencia com questões do setor portuário e hidrovias ajuda bastante em questões de licenciamento ambiental e outorga para hidrovias e usinas. Há forte interação entre as atividades da ANA e da Antaq (Associação Nacional de Transportes Aquaviários), onde estou há quatro anos. O Sandro Mabel (deputado de Goiás pelo PMDB) me disse que falou com a Dilma que passou a questão a um de seus assessores." Na ocasião, Dilma Rousseff era a titular da Casa Civil.

Oito minutos depois, Rose respondeu a Paulo. "Posso dar para o PR esse paper do jeito que está?"

Em outro e-mail, de Rose a Paulo, de 18 de dezembro de 2009, ela faz um pedido. "Paulo, gostaria que você juntasse tudo que saiu na imprensa a seu respeito e me enviasse. Quero MOSTRAR para o PR."