Deputado Duarte Nogueira (PSDB) é eleito prefeito de Ribeirão Preto

Deputado Duarte Nogueira (PSDB) é eleito prefeito de Ribeirão Preto

Tucano vai assumir a prefeitura em meio a uma das maiores crises políticas e econômicas da cidade

Gustavo Porto, O Estado de S.Paulo

30 Outubro 2016 | 19h41

RIBEIRÃO PRETO – O deputado federal Duarte Nogueira (PSDB-SP) foi eleito neste domingo (30) o novo prefeito de Ribeirão Preto (SP). Com 97,9% das urnas e 426.229 votos apurados, e apenas 9.152 votos ainda a serem computados, Nogueira tinha 144.058 votos, ou 56,72% dos válidos e o adversário Ricardo Silva (PDT), 109.919 votos, ou 43,28%. A votação no segundo turno registrava ainda uma abstenção de 27,6% dos 435.381 eleitores e entre os que votaram 14,27% anularam e 3,44% votaram em branco.

Um dos políticos mais próximos ao governador Geraldo Alckmin (PSDB), Nogueira tem 52 anos, é engenheiro agrônomo e em sua quarta tentativa chega ao cargo ocupado por duas vezes pelo seu pai, o ex-prefeito por duas vezes Antonio Duarte Nogueira (de 1969 a 1973 e entre 1977 e 1983), morto em 1990. Deputado federal em segundo mandato, o prefeito eleito de Ribeirão Preto foi ainda quatro vezes deputado estadual e ex-secretário estadual de Habitação, de Mario Covas, e de Agricultura e Logística e Transportes de Alckmin.

Ele assumirá em 1º de janeiro em meio a uma das maiores crises políticas e econômicas da cidade considerada um dos maiores polos de serviço da região e do agronegócio brasileiro. Em 1º de setembro, a chamada 'Operação Sevandija', coordenada pelo Ministério Público (MP) e pela Polícia Federal (PF) prendeu secretários e afastou vereadores suspeitos de envolvimento em uma série de esquemas que pode ter desviado mais de R$ 200 milhões dos cofres públicos. A atual prefeita, Dárcy Vera (PSD) também é investiga pelo Ministério Público e foi interrogada por duas vezes na Procuradoria-Geral de Justiça do Estado de São Paulo.

Ao assumir o oitavo maior município do Estado de São Paulo, com 675 mil habitantes,  Nogueira terá um orçamento estimado de R$ 2,22 bilhões, mas terá uma dívida de curto prazo de R$ 233 milhões com mais de 120 fornecedores e ainda outros R$ 720,5 milhões de dívida fundada de longo prazo.

No discurso realizado no comitê eleitoral, ainda com a apuração em andamento, Nogueira agradeceu o apoio durante a campanha, afirmou que não teve cabos eleitorais pagos e disse que aprendeu a “ser mais tolerante, mais estudioso, a ter mais coragem e não ter medo de enfrentar absolutamente nada”. Em entrevista à rádio CBN, Nogueira afirmou que iria fazer cidade se reencontrar com o desenvolvimento e formaria uma equipe “tecnicamente exemplar para que possa fazer no menor espaço de tempo possível tudo para reerguer as finanças do município”.

Mais conteúdo sobre:
Eleições Ribeirão Preto

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.