Deputado afirma que recebeu ameaça pelo twitter

O deputado federal Francisco Francischini (PSDB-PR) afirmou ontem que recebeu uma ameaça de morte por meio de uma mensagem que foi postada em seu twitter.

O Estado de S.Paulo

01 Maio 2012 | 03h08

Originada de um perfil falso do Distrito Federal, a mensagem continha apenas a marcha fúnebre. "É uma ameaça", disse o deputado, que pediu que o caso seja investigado pela Polícia Civil do Paraná.

Ex-delegado da Polícia Federal e integrante da CPI, Francischini negou qualquer ligação com Carlinhos Cachoeira ou com Idalberto Matias Araújo, o Dadá. "O mais perto que vou chegar do Dadá e do Cachoeira é para colocar algemas no dia em que forem ouvidos na CPI."

O site 247 veiculou que o nome do deputado foi mencionado por integrantes do esquema em escutas da PF. /EVANDRO FADEL

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.