1. Usuário
Assine o Estadão
assine

Eleições 2014

Aécio Neves discute com PSDB se irá se licenciar do Senado

Mateus Coutinho - O Estado de S. Paulo

04 Agosto 2014 | 21h 28

Candidato à presidência da República, tucano se deixar de atuar no cargo é o melhor caminho no meio da CPI da Petrobrás

O candidato do PSDB à Presidência da República, Aécio Neves, disse nesta segunda-feira, 04, à saída do comitê da deputada federal Mara Gabrilli (PSDB), candidata à reeleição, em São Paulo, que deve decidir nesta terça-feira, com seu partido, se vai se licenciar de seu cargo no Senado ou apenas deixar de receber salários. "O Senado é uma tribuna importante. Agora mesmo estamos em meio a uma crise (em referência à suposta fraude na CPI da Petrobras). Será que eu deixar de atuar no Senado é o melhor caminho?", indagou. Segundo ele, a decisão deve ser tomada até quinta-feira, 07.

Sobre as mudanças em ministérios que pretende fazer em um eventual governo - pela manhã o candidato disse que criaria o Ministério da Infraestrutura e acabaria com o da Pesca - e questionado a respeito da escolha de titulares das pastas, Aécio disse que pretende estabelecer relações politicas de outro nível. Ele acredita terá ampla base de apoio, "como ocorreu em Minas Gerais", quando foi governador. "Eu não troco ministérios ou diretorias de instituições por minutos de TV e votos parlamentares", disse, em referência às movimentações políticas recentes para a formação de coligações, mas sem citar nominalmente o governo da presidente Dilma Rousseff.

Eleições 2014