1. Usuário
Assine o Estadão
assine

Quem Faz

JOSÉ ROBERTO DE TOLEDO é jornalista. Escreve uma coluna semanal sobre política no Estado, coordena o Estadão Dados e é presidente da Abraji (Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo)

quarta-feira 28/11/12 08:04

Empreiteiras dão metade de dinheiro doado a partidos

Doações por setor

As empreiteiras concentraram suas doações eleitorais nas direções partidárias em 2012. Em vez de pulverizar recursos entre candidatos e comitês de campanha, as empresas de construção optaram por centrar fogo nas cúpulas dos partidos. Acabaram responsáveis por 49% de tudo o que as agremiações partidárias receberam de pessoas jurídicas na eleição. Essa dependência dos partidos de dinheiro de empresas que vivem de obras públicas pode provocar conflitos de interesse na hora de os prefeitos eleitos ...

Ler post
quarta-feira 28/11/12 03:15

Eleições de 2012 movimentaram R$ 5,1 bilhões

Nas eleições municipais deste ano, pelo menos R$ 5,1 bilhões circularam pelos cofres das campanhas em doações eleitorais. Deste valor, 30% são financiamentos ocultos. Eles caíram diretamente nas contas de comitês eleitorais e partidos, o que impede o eleitor de saber quem foi o candidato beneficiado pelo recurso fornecido por um doador específico. Os 70% restantes foram repassados para os candidatos, sendo R$ 1,8 bilhão para os postulantes a prefeito e ...

Ler post
quarta-feira 07/11/12 20:33

Ampla, rasa e dividida

Captura de Tela 2012-11-07 às 17.31.18

Nem Obama nem Romney, o maior acerto da eleição norte-americana foi de Nate Silver. O blogueiro do New York Times acertou todas. Especialista em modelos estatísticos eleitorais, Silver previu corretamente todos os Estados com vitória democrata ou republicana. Acertou que Obama venceria por dois pontos de diferença no voto popular e, mais impressionante ainda, acertou na casa decimal por quanto ele ganharia na Flórida. Nada mais justo do que citar a ...

Ler post
domingo 04/11/12 23:52

2012 + 2

Como a eleição de prefeitos vai impactar o jogo de poder em Brasília? No varejo, uns caciques perdem penas enquanto outros aumentam seus cocares. No atacado, porém, a perda de cabos eleitorais será fatal para muitos deputados federais e, por consequência, para as bancadas de seus partidos na Câmara. DEM, PMDB, PR e PTB são os mais ameaçados de diminuírem em 2014 por causa de 2012. PSB e PT, ao contrário, tendem a medrar. Nada aponta, entretanto, para uma revolução ...

Ler post