1. Usuário
Assine o Estadão
assine
terça-feira 02/12/14 19:58

Justiça decide processar Ustra pelo crime de ocultação de cadáver

Tribunal Regional Federal reforma decisão de juiz e manda continuar ação contra coronel Carlos Alberto Brilhante Ustra e o delegado Alcides Singillo, acusados pelo crime de ocultação de cadáver, na ditadura

Ler post
terça-feira 18/11/14 21:15

‘Anistia não vale para torturadores’, afirma ex-ministro de FHC

17DIAS1

Ex-ministro da Justiça no governo de Fernando Henrique Cardoso, o advogado criminalista José Carlos Dias fala sobre o seu trabalho na Comissão Nacional da Verdade e adianta: relatório final vai propor desmilitarização da Polícia Militar, unificação das polícias e extinção da Justiça Militar nos Estados

Ler post
quarta-feira 09/04/14 18:06

Militares queriam prender Lina Bo Bardi, a arquiteta do Masp

9Masp50

A ditadura não gostava da arquiteta Lina Bo Bardi. A autora dos projetos do Museu de Arte Moderna de São Paulo (Masp) e do Sesc Pompeia, entre outros, enfrentou atritos com o regime autoritário em mais de uma ocasião. Na década de 1970 os militares chegaram a decretar sua prisão preventiva. Quem revela esse episódio

Ler post
terça-feira 08/04/14 12:07

STF é o novo poder moderador da República, defende Toffoli

7Toffoli

O Supremo Tribunal Federal (STF) está assumindo cada vez mais o papel de poder moderador na República, segundo o ministro José Antonio Dias Toffoli. “Dizem que o Judiciário está invadindo competências. Mas a verdade é que ele tem sido chamado, provocado. O Supremo deixa de ser visto como instituição retrógrada e conservadora e passa a ser visto

Ler post
domingo 06/04/14 17:02

Ditadura enganou mãe que procurava filha desaparecida, conta advogada

6ísis2

Como é possível advogar num Estado autoritário, regido por leis de exceção? Uma das melhores e mais detalhadas respostas já produzidas para a pergunta está no livro Advocacia em Tempos Difíceis. A obra acaba de ser lançada pela Fundação Getúlio Vargas, com apoio da Comissão de Anistia do Ministério da Justiça e sob a coordenação

Ler post
quinta-feira 03/04/14 00:12

Para deputado petista, militares não respeitaram Dilma

A Escola Preparatória de Cadetes do Exército de Campinas inaugurou na semana passada, no dia 27, a reforma de seu antigo auditório, agora transformado em teatro. O novo espaço, com capacidade para 431 pessoas, chama-se Teatro Castello Branco. O fato chamou a atenção do deputado Renato Simões (PT-SP), que viu nele um desrespeito à presidente

Ler post