1. Usuário
Assine o Estadão
assine

Deputado que atacou gays volta atrás: “Não tenho nada contra”

Roldão Arruda

quarta-feira 12/02/14

O deputado gaúcho Luiz Carlos Heinze, filiado ao PP e ativo integrante da frente parlamentar ruralista, ganhou destaque nas redes sociais nesta quarta-feira, 12, por causa de um vídeo divulgado no blog da Articulação dos Povos Indígenas. Trata-se de um pronunciamento dele, durante uma audiência pública com produtores rurais, em novembro do ano passado, no […]

O deputado gaúcho Luiz Carlos Heinze, filiado ao PP e ativo integrante da frente parlamentar ruralista, ganhou destaque nas redes sociais nesta quarta-feira, 12, por causa de um vídeo divulgado no blog da Articulação dos Povos Indígenas. Trata-se de um pronunciamento dele, durante uma audiência pública com produtores rurais, em novembro do ano passado, no município de Vicente Dutra.

Ao criticar os processos de desapropriação de terras para atender a reivindicações indígenas e de quilombolas, o deputado aproveitou para atacar os gays. Fez isso no momento em que se referiu ao ministro Gilberto Carvalho, que comanda a Secretaria-Geral da Presidência da República e é encarregado de promover a articulação do governo com movimentos sociais.

Diz o deputado gaúcho: “O Gilberto Carvalho também é ministro da presidenta Dilma. É ali (na Secretaria-Geral) que estão aninhados quilombolas, índios, gays, lésbicas. Tudo o que não presta ali está aninhado. E eles têm a direção e o comando do governo”.

Organizações de índios e quilombolas reagiram e prometeram recorrer ao Ministério Público Federal. O deputado não voltou atrás em relação a eles. Admitiu, no entanto, que se excedeu ao falar de gays e lésbicas.

Procurado pelo repórter Elder Ogliari, ele disse: “Essa questão dos gays eu não tenho nada contra, não sou homofóbico. Com relação a eles eu retiro (o que disse).” Também ressaltou que recebe gays em sua casa e corta cabelo com eles.

Acompanhe o blog pelo Twitter – @Roarruda