1. Usuário
Assine o Estadão
assine

Quem Faz

Roldão Arruda é jornalista e repórter da editoria de política do Estadão. Dedica-se sobretudo à cobertura de temas relacionados a direitos humanos e questões de movimentos sociais. Já trabalhou nos jornais Movimento e Folha de S. Paulo e na revista Veja. É autor do livro 'Dias de Ira'.
quinta-feira 31/07/14 21:24

Juiz militar contesta Forças Armadas e admite torturas

O juiz aposentado Nelson Guimarães, que atuou na Justiça Federal Militar, admitiu em depoimento perante a Comissão Nacional da Verdade a existência de torturas em dependências policiais e militares durante a ditadura. Em várias ocasiões, ao constatar a tortura, ele teria pedido providências às autoridades militares para apurar os fatos. Em nenhuma ocasião, porém, segundo seu relato, foi atendido. As declarações do juiz não acrescentam muito ao que já se conhece sobre a 2.ª Auditoria da Justiça Militar, em ...

Ler post
quarta-feira 30/07/14 18:53

Brigadeiro diz que não sabia de torturas na Base Aérea do Galeão

A Base Aérea do Galeão, no Rio, abrigou um importante centro de repressão e tortura de prisioneiros políticos nos anos da ditadura militar. Relatos de sobreviventes daquele período são claros na identificação do local e no detalhamento das atividades do Centro de Informações da Aeronáutica (Cisa) - nome dado ao serviço de inteligência e repressão daquela força. Pelos porões da base passaram, entre outros, os ex-deputados Rubens Paiva e o militante de esquerda Stuart Angel, desaparecidos desde 1971. Os dois ...

Ler post
terça-feira 29/07/14 18:23

Ataques de evangélicos ameaçam liberdade religiosa, diz arcebispo

Em artigo reproduzido nesta terça-feira (29) no site da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), o arcebispo de Juiz de Fora, dom Gil Antonio Moreira, pede providências das autoridades para que garantam o direito dos católicos de praticar sua fé. Ele se refere a "atitudes agressivas contra a Igreja Católica" que estão se repetindo pelo País. Trata particularmente de ataques contra imagens em templos. Segundo o arcebispo, as ações visam restringir o direito dos católicos de ...

Ler post
segunda-feira 28/07/14 23:14

Comissão ouve general sobre Riocentro e a morte de Lamarca

O general reformado Nilton de Albuquerque Cerqueira, de 84 anos, deve ser ouvido nesta terça-feira, 29, pela Comissão Nacional da Verdade. Citado em diferentes listas de torturadores do período da ditadura militar e denunciado pelo Ministério Público Federal (MPF) sob a acusação de envolvimento com o atentado a bomba ocorrido nas dependências do Riocentro, em 1981, o general foi intimado a depor a partir das 9 horas no Arquivo Nacional, sede da Comissão no Rio.

Ele será questionado sobre o episódio do Riocentro e também sobre a Operação Pajussara. Realizada sob seu comando, quando ainda era major, essa foi a operação que culminou com a morte de Carlos Lamarca, no sertão da Bahia, em 1971.

Em 1974, Cerqueira foi transferido para o Comando Militar do Planalto e condecorado com a Medalha de Bronze do Pacificador. Em 1981, quando ocorreu o atentado do Riocentro, ele comandava a PM no Rio. Na denúncia apresentada em maio deste ano pelo MPF, ele é acusado pelos crimes de homicídio doloso tentado, associação criminosa armada, transporte de explosivo e favorecimento pessoal.

Em 1995, o general foi convidado pelo então governador Marcelo Alencar (PSDB) para a chefia da Secretaria de Segurança do Rio. Ele também se elegeu deputado federal pelo PP.

Ler post
segunda-feira 28/07/14 21:53

Centrais sindicais concentram forças na disputa eleitoral

As atenções das centrais sindicais vão se dividir, nos próximos meses, entre eleições e campanhas salariais. No primeiro caso, além de tentar ampliar a representação do movimento sindical no Congresso, seus líderes querem influir no resultado da campanha presidencial. Prevendo a polarização da campanha entre Dilma Rousseff (PT) e Aécio Neves (PSDB), a Central Única dos Trabalhadores (CUT) pretende promover debates destinados a apresentar as diferenças entre os dois projetos políticos. Historicamente ligada ao PT, a central vê na candidatura tucana ...

Ler post
quinta-feira 24/07/14 20:15

Governo fortalece ‘sociedade civil’ na questão quilombola

O governo oficializou nesta quinta-feira (24) a Mesa Nacional de Regularização Fundiária Quilombola. A medida dá mais força à participação da sociedade civil nas decisões sobre processos de regularização de áreas reivindicadas por comunidades quilombolas. A Mesa Nacional já vinha se reunindo desde agosto do ano passado. Segundo informações divulgadas no site do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra), responsável pelos processos fundiários envolvendo os quilombolas, a oficialização "dialoga com a Política Nacional de Participação Social, criada pela presidente ...

Ler post
quarta-feira 23/07/14 19:50

Candidatos não têm propostas claras para saúde, aponta estudo

Como é que os candidatos a presidente da República estão tratando a questão da saúde pública, uma das principais preocupações dos eleitores? Para responder a essa pergunta, os professores Mário Scheffer e Lígia Bahia, dois especialistas no assunto, analisaram as proposições feitas pelos onze candidatos nos programas de governo que eles registraram no Tribunal Superior Eleitoral (TSE). O resultado foi desalentador. De acordo com a análise, os programas evitam diretrizes claras, não explicitam qual modelo de atenção vão defender para o ...

Ler post
terça-feira 22/07/14 20:17

Governo de São Paulo regulariza terras em área de conflitos

O governo do Estado de São Paulo acaba de por em andamento a sua maior aposta para pacificar a região do Pontal do Paranapanema - um dos principais focos de conflitos agrários do País. Foram assinados há poucos dias naquela área os dois primeiros acordos de regularização de propriedades de médio porte. Os acordos foram celebrados de acordo com a Lei Estadual 14.750, de 2012. Proposta pelo governador Geraldo Alckmin, ela permite conferir ao ocupante do imóvel de até ...

Ler post
segunda-feira 21/07/14 19:07

Relatório confirma Mato Grosso do Sul como principal foco de conflitos indígenas

guaranis21

Os problemas enfrentados pelos índios guarani-kaiowá do Mato Grosso do Sul parecem não ter fim. O Relatório Violência Contra os Povos Indígenas no Brasil - 2013, divulgado há pouco pelo Conselho Indigenista Missionário (Cimi), torna a apontar aquele Estado como o principal foco de conflitos envolvendo indígenas em todo País. Os indicadores são contundentes. Do total de 56 casos de suicídios entre índios ocorridos no ano passado, 50 ocorreram em Mato Grosso do Sul, no meio dos guarani-kaiowá. Também foram registrados ...

Ler post