1. Usuário
Assine o Estadão
assine

Quem Faz

Roldão Arruda é jornalista e repórter da editoria de política do Estadão. Dedica-se sobretudo à cobertura de temas relacionados a direitos humanos e questões de movimentos sociais. Já trabalhou nos jornais Movimento e Folha de S. Paulo e na revista Veja. É autor do livro 'Dias de Ira'.
sábado 29/09/12 00:31

Bala de prata contra Russomanno virá da guerra santa?

scherer22

O candidato do PRB,  o ex-deputado federal Celso Russomanno, perdeu alguns pontos nas intenções de voto do eleitorado, segundo recente pesquisa do Datafolha. Apesar disso, segue na liderança da campanha para a Prefeitura de São Paulo. De acordo com o Ibope, a intenção de voto nele se mantém "homogênea e consistente". Essa consistência estimula a imaginação dos adversários, que procuram um fator desestabilizador, uma bala de prata capaz de deter a trajetória do dublê de político e apresentador de TV. As tentativas já feitas não funcionaram. Uma delas foi chamar a atenção para velhos vídeos disponíveis no Youtube, nos quais o líder das pesquisas entrevista musas carnavalescas ...

Ler post
quinta-feira 27/09/12 20:22

Faculdade do Largo São Francisco terá comissão da verdade

GOFREDO22

Por unanimidade, a Congregação da Faculdade de Direito do Largo São Francisco aprovou na tarde desta quinta-feira, 27, a criação de uma comissão da verdade naquela escola. Ela deverá ser instalada oficialmente no próximo dia 19, com nove integrantes, representando os professores, os estudantes e os funcionários. A proposta de criação da comissão foi apresentada à Congregação pelos representantes do corpo discente. Eles justificaram a ideia com um texto de cinco páginas, discutido e redigido pelo Grupo de Estudos Direito e Ditadura, formado por estudantes. O assunto ...

Ler post
quinta-feira 27/09/12 17:02

“Brasil entrou de cabeça na Operação Condor”, diz jornalista

cunha22

Com João Domingos/BRASÍLIA O repórter João Domingos, da sucursal do Estado em Brasília, conversou com o jornalista Luiz Cláudio Cunha sobre suas novas atividades na Comissão Nacional da Verdade. Ele vai participar de um grupo voltado exclusivamente para a investigação das ações do Brasil na Operação Condor - uma espécie de consórcio formado entre os governos militares do Cone Sul para perseguir opositores políticos. Cunha é o autor da reportagem publicada em novembro de 1978 pela revista Veja que revelou o sequestro dos uruguaios Universindo ...

Ler post
quarta-feira 26/09/12 18:05

Índios pedem união do Brasil e da Venezuela contra garimpo

Yanomami2

A organização Horonami, que representa os índios yanomami da Venezuela, emitiu ontem (25) nota oficial sobre a questão da invasão de suas terras por garimpeiros brasileiros. Ela informa que a situação na região é gravíssima, embora não existam indícios, até agora, que confirmem o suposto massacre de indígenas, que teria ocorrido no mês passado no município de Alto Ocamo, na fronteira com o Brasil.

Segundo o texto, o garimpo tem sido um permanente foco de tensões e conflitos.  “Existe um grande número de garimpeiros ilegais acampados há anos na zona de Alto Ocamo, provenientes do Brasil”, diz a organização.

A solução para a redução dos conflitos, sugere, seria a união entre os governos do Brasil e da Venezuela para a expulsão dos garimpeiros: “É necessário insistir sobre a necessidade de se adotar medidas permanentes e coordenadas entre Brasil e Venezuela para controlar a presença danosa e massiva de garimpeiros ilegais que há vários anos ingressam na Venezuela, nosso país, a partir do Brasil, representando grave ameaça à integridade e à vida do povo yanomami.”

No dia 28 de agosto, a Coordenação das Organizações Indígenas da Amazônia (Coiam) denunciou um suposto massacre, por garimpeiros brasileiros, nas cabeceiras do Rio Ocamo, no lado venezuelano da fronteira com o Brasil. Teriam sido mortos cerca de oitenta indígenas, segundo a denúncia.

A organização Horonami diz que, após percorrer a região durante cinco dias, participando de uma comissão formada pelo governo venezuelano, não encontrou indícios do massacre. Pede, no entanto, que se abram investigações sobre a presença e os impactos da mineração ilegal. “Nós, que estivemos na comissão, vimos acampamentos de garimpeiros ilegais, vimos passar um avião, vimos uma pista clandestina, vimos garimpeiros fugindo da comissão que caminhava pela selva.”

“Embora não tenha se confirmado a informação sobre a ocorrência das violências, a enorme presença de garimpeiros ilegais na região há vários anos resulta em conflitos constantes entre os yanomami e os garimpeiros”, prossegue a nota. “São estes conflitos que podem estar na origem das informações sobre massacres e abusos de todo tipo. Não podemos descartar, no atual momento da investigação, que mortes, violações, ameaças e outros tipos de abuso contra os yanomami não estejam ocorrendo nas áreas visitadas.”

Quem quiser saber mais sobre a nota e as repercussões do caso pode consultar o site do Instituto Socioambiental, que publicou uma matéria sobre o assunto.

Acompanhe o blog pelo Twitter@Roarruda

Ler post
segunda-feira 24/09/12 18:14

Comissão quer saber de onde saíam ordens para torturar

BOILESEN22

A Comissão Nacional da Verdade quer ir além dos nomes dos agentes policiais e militares acusados de envolvimentos com torturas, sequestros e desaparecimentos de presos políticos nos anos do regime militar. De acordo com informações de integrantes da comissão, também faz parte de seus objetivos rastrear a cadeia de comando. Em outras palavras, de onde vieram as ordens para aquelas ações? Parece ficar cada vez mais claro para a comissão que a tortura não era cometida de forma isolada, por agentes do Estado que não se submetiam a ordens ...

Ler post
sexta-feira 21/09/12 21:22

Chalita, à vontade entre católicos, sobretudo carismáticos

CHALITA33

No encontro promovido pela Arquidiocese de São Paulo entre candidatos a prefeito, na quinta-feira, 20, ninguém esteve tão à vontade quanto o ex-seminarista Gabriel Chalita (PMDB). Já na chegada, na saudação inicial, marcou dois pontos. O primeiro foi por nominar corretamente a audiência. Citou  "arcebispo,  bispos,  padres,  diáconos,  religiosos e  religiosas". O segundo, por enfatizar que, caso vença as eleições, sua administração se dedicará à redução das diferenças entre ricos e pobres - tema recorrente na doutrina social da Igreja. No decorrer do debate, foi o único a arrancar aplausos ...

Ler post
terça-feira 18/09/12 18:48

Soninha e Giannazi: sem medo do “kit gay”

soninha22

No último bloco do debate promovido pelo Estadão, TV Cultura, e YouTube, Soninha (PPS) perguntou a Carlos Giannazi (PSOL) o que ele achou da suspensão do programa de combate à homofobia nas escolas, pejorativamente apelidado por grupos conservadores de kit gay. O que veio a seguir foi um dos pontos altos do debate. Enquanto a maioria dos candidatos evita o assunto, com medo de perder votos de grupos religiosos, os dois disseram o que pensam e, de maneira ousada, defenderam o programa. Valorizaram a coerência, moeda cada vez mais desprezada na política. Pode-se ...

Ler post
sábado 15/09/12 00:03

Medicina da USP homenageia ex-guerrilheiro

morano2

Com Ivan Marsiglia Cerca de 150 pessoas participaram nesta sexta-feira, 14, da cerimônia de comemoração do 99º aniversário do Centro Acadêmico Oswaldo Cruz (CAOC), da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo. No evento, a Medalha Institucional do Centenário da Faculdade foi entregue - por indicação do Centro Acadêmico à Comissão de Centenário da FMUSP - ao psiquiatra Reinaldo Morano Filho, presidente do CAOC em 1969. No ano seguinte, Morano Filho, então no quarto ano, deixaria o curso para aderir à luta ...

Ler post
quarta-feira 12/09/12 19:12

Misturar igreja com política partidária “extrapola a lei e o ideario republicano”

universal1

Um dos principais estudiosos do neopentecostalismo no Brasil, o sociólogo Ricardo Mariano, não vê novidade na aproximação entre a Igreja Universal, o PRB e a candidatura de Celso Russomano, líder nas pesquisas de intenção de voto em São Paulo. Na entrevista abaixo, ele observa que a Universal está envolvida com a política desde o final da década de 1980, participando diretamente de campanhas majoritárias e também para vereadores e deputados estaduais e federais, além de patrocinar a formação de partidos. A principal novidade ...

Ler post