As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

ONG quer vincular pagamento de políticos ao salário mínimo

Jennifer Gonzales

16 Dezembro 2010 | 20h37

Lucas de Abreu Maia

Em reação ao aumento salarial que os parlamentares concederam na quarta-feira, 15, a si próprios, ao presidente, ao vice e aos ministros, um grupo de ativistas está organizando uma proposta de emenda constitucional (PEC) para vincular o pagamento de ocupantes de cargos eletivos ao salário mínimo. A ideia é recolher 1 milhão de assinaturas pela internet e enviar, em seguida, o projeto ao Congresso por iniciativa popular. “Será como a Ficha Limpa, um movimento de baixo para cima”, diz frei David Santos, diretor-executivo da ONG Educafro, responsável pela iniciativa.

O texto da PEC pretende mudar os Art. 9.o e 39.o da Constituição, para garantir que  “os subsídios do membro de Poder, do detentor de mandato eletivo, dos Ministros de Estado e dos Secretários Estaduais e Municipais serão reajustados segundo a variação do salário mínimo”. O manifesto que precede a iniciativa critica o que chama de “abuso” dos parlamentares, “que visam reajustar os seus próprios salários de forma totalmente desproporcional a realidade financeira do povo e do País”.

Para subscrever à proposta, é necessário apenas visitar, a partir de amanhã, o site www.nossalei.com.br e informar o nome e o título de eleitor.