1. Usuário
Assine o Estadão
assine
quinta-feira 30/06/11 22:35

Twitter de Serra é hackeado

Serratwit.jpg Bruno Siffredi, do estadão.com.br O ex-governador de São Paulo, José Serra (PSDB), teve seu perfil no Twitter invadido por um hacker na noite desta quinta-feira, 30. Na página pessoal do tucano, por volta das 21h30, pelo menos três posts indicavam a invasão. As mensagens foram apagadas minutos depois. O primeiro post publicado pelo hacker continha apenas o link para uma página externa ao Twitter, na qual um texto anunciava: "Twitter do governador Serra foi ...

Ler post
quinta-feira 30/06/11 20:10

Para indigenista, Brasil esqueceu massacres de índios na ditadura

Roldão Arruda, de O Estado de S.Paulo Para o indigenista Egydio Schwade, colaborador do Conselho Indigenista Missionário (Cimi) no Amazonas, o Brasil ainda não conhece com exatidão as violências que foram cometidas contra os índios brasileiros no período da ditadura militar. Nesta quinta-feira, 30, em Brasília, ao participar do lançamento de um relatório sobre violências contra populações indígenas ocorridas em 2010, ele disse que a mídia, o governo e organizações de direitos humanos falam de torturas e violências contra opositores do regime militar, mas se esquecem ...

Ler post
quinta-feira 30/06/11 18:45

STF suspende decisão do CNJ que estabelece horário de funcionamento para tribunais

Felipe Recondo, de Brasília Uma liminar suspendeu a resolução do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) de estabelecer um horário de funcionamento para todos os tribunais do país. O ministro Luiz Fux, do Supremo Tribunal Federal (STF), suspendeu os efeitos da decisão até o julgamento da liminar em agosto, após o recesso de julho. Até o julgamento da liminar, os tribunais terão liberdade para definir o horário de expediente. A resolução do CNJ determinava que os tribunais teriam de atender o público de ...

Ler post
quinta-feira 30/06/11 18:33

Ibama fecha 12 madeireiras na região de Nova Ipixuna, no Pará

Daniel Bramatti, de O Estado de S.Paulo

Depois de aplicar reiteradas multas a madeireiras de Nova Ipixuna  –  cidade do sudeste do Pará em cuja zona rural foram assassinados os extrativistas José Cláudio Ribeiro da Silva e sua mulher, Maria do Espírito Santo  –, o Ibama tomou uma atitude drástica: determinou o fechamento definitivo de 12 empresas ao apreender todas as máquinas e desmontar suas instalações.

A operação de desmonte  –  planejada desde o final maio, mas adiada por problemas de infraestrutura e de segurança  –  começou nesta quinta-feira e foi acompanhada por homens do Exército, da Força Nacional de Segurança Pública e da Polícia Federal, além da Polícia Ambiental do Pará e da Polícia Rodoviária Federal.

José Cláudio e a mulher haviam denunciado a participação de serrarias de Nova Ipixuna na retirada ilegal de madeira do assentamento extrativista em que viviam. As denúncias levaram fiscais do Ibama a multar e embargar empresas da cidade.

Após o assassinato do casal, a fiscalização foi intensificada  –  agentes foram deslocados de outras áreas, onde o ritmo do desmatamento é maior, e se concentraram na região de Nova Ipixuna. “É preciso dar uma demonstração de que crimes como esses não ficarão sem resposta”, disse ao Estado, na época, o coordenador da operação do Ibama, Marco Vidal.

Desde o final de maio, os fiscais aplicaram R$ 3,3 milhões em multas e apreenderam 770 metros cúbicos de madeira em tora e 630 do produto serrado. Além disso, máquinas e caminhões foram recolhidos e colocados sob a guarda de órgãos públicos da região. Também foram destruídos dezenas de fornos clandestinos para a produção de carvão.

No início de junho, moradores de Nova Ipixuna bloquearam a estrada que passa pela cidade em protesto contra a fiscalização  –  as madeireiras são umas das poucas empregadoras na região, juntamente com as fábricas de tijolos.

Mas era uma atividade cujo combustível era o desmatamento das poucas áreas ainda preservadas no sudeste do Pará. Entre 2006 e 2010, as empresas de Nova Ipixuna foram alvo de nada menos que 122 autos de infração, que somaram R$ 5,1 milhões em multas por venda e depósito de madeira ilegal, falta de licença ambiental e até corte e comercialização de castanheiras, espécie protegida por lei.

O assassinato de José Cláudio e Maria, ocorrido há mais de um mês, não foi esclarecido, apesar das operações especiais de investigação da Polícia Federal e da Polícia Civil paraense. A operação do Ibama prossegue na região, por tempo indeterminado.

As empresas desativadas são: Madeireira Bom Futuro, MP Torres e Cia Ltda, Madeireira Belmonte, Tedesco Madeira, Madeireira Eunápolis, Serraria Tico Tico, Sandra Coelho Santos Madeireira Ltda, Paulo Mendes Souza e Cia Ltda, Manoel Acácio Carneiro ME, PH Laminados e Compensados Ltda, Gilmar Rodrigues Silva ME e NS Filofo.

Ler post
quinta-feira 30/06/11 18:23

Após indicação de peemedebista, PT ainda tenta manter liderança do governo no Congresso

Agência Brasil Mesmo depois de a ministra das Relações Institucionais, Ideli Salvatti, ter acenado com a possibilidade de nomear o deputado Mendes Ribeiro Filho (PMDB-RS) líder do governo no Congresso, o Palácio do Planalto ainda conversa com a base para definir o nome. O PT tenta emplacar o deputado Pepe Vargas (PT-RS) no posto que já  foi ocupado pela ministra Ideli. O líder do PMDB na Câmara, Henrique Eduardo Alves (RN), afirmou que espera a indicação de Mendes Ribeiro. "O PMDB é ...

Ler post
quinta-feira 30/06/11 17:26

Ministro da Justiça ordena investigação sobre suposta violação de e-mails de Dilma

estadão.com.br O ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, determinou à Polícia Federal  que investigue a suposta violação dos e-mails pessoais da presidente da República, Dilma Rousseff, que teria sido cometida por um hacker, segundo nota divulgada nesta quinta-feira, 30, pelo Ministério da Justiça. A medida foi anunciada após a publicação de reportagem no jornal Folha de S.Paulo, segundo a qual um hacker invadiu o correio eletrônico pessoal da petista e copiou os e-mails recebidos por ela durante a campanha à Presidência da República. Segundo ...

Ler post
quinta-feira 30/06/11 12:31

Em homenagem no Senado, FHC defende fim de sigilo de documentos

O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso defendeu o fim do sigilo eterno a documentos históricos durante a homenagem promovida pelo PSDB aos seus 80 anos, nesta quinta-feira, 30, no Senado. Fernando Henrique, porém, não deixou de falar novamente que assinou o decreto que cria o sigilo sem ler o conteúdo do documento. "Acho que não precisa ter sigilo eterno. Vocês podem perguntar: por que você fez? Fiz sem tomar conhecimento, no último dia de mandato, uma pilha de documentos e ...

Ler post
quinta-feira 30/06/11 11:11

Prefeito que estava foragido havia 10 dias é preso em CE

Lauriberto Carneio Braga O prefeito de Senador Pompeu (CE), Antônio Teixeira Oliveira (PT), se entregou à polícia na madrugada desta quinta-feira, 30. Foragido havia dez dias, o prefeito é acusado de envolvimento num esquema de corrupção na administração da cidade. Antônio Teixeira está em uma das celas do quartel de Corpo do Bombeiros, em Fortaleza, de acordo a Secretaria de Segurança Pública e Defesa da Cidadania do Ceará. O vice-preteito Luis Flávio Mendes de Carvalho também está preso. Segundo investigação do Ministério ...

Ler post
quarta-feira 29/06/11 21:18

Via Twitter, filho de Bolsonaro insulta homossexuais e celebra vitória do pai na Câmara

Twitter2_Reproducao.JPG Bruno Siffredi, do estadão.com.br O vereador do Rio de Janeiro Carlos Bolsonaro (PP) comemorou de forma inusitada o arquivamento da representação contra seu pai, o deputado federal Jair Bolsonaro (PP-RJ), no Conselho de Ética da Câmara nesta quarta-feira, 29. Pelo Twitter, o vereador dirigiu insultos aos homossexuais e disse que a decisão da Câmara é "o início da queda da ditadura do homossexualismo" no País. Após reiterar o mesmo insulto em duas mensagens ("ch..., ...

Ler post