Populista do sul ou almofadinha enrustido?

Estadão

21 Abril 2007 | 15h55

Primeiro foi aquele vídeo que circulou no You Tube, onde ele arruma o topete meticulosamente, entre um laquê e outro de sua assistente, e olha-se demoradamente no espelho.

Agora, veio o golpe de misericórdia para John Edwards – o candidato democrata à presidência listou entre seus gastos de campanha US$ 800 por dois cortes de cabelo. Ou seja, ele pagou US$ 400 para aparar as pontas. Isso é mais ou menos a renda per capita da Tanzânia. Edwards também desembolsou US$ 150 por uma sessão de maquiagem.

Está certo que ninguém gosta de candidato banguela, com o rosto ensebado, terno lilás com o forro aparecendo, etc., etc……Sei que dá trabalho manter a carinha de marido da Barbie/colegial americano que o Edwards cultiva. Mas tudo tem limite.

Edwards lançou sua candidatura em New Orleans, ao lado de casas destruídas pelo Katrina, e se proclama defensor da combalida classe média americana. Redução da desigualdade de renda e da pobreza são parte de sua plataforma.

Vocês concordam que o perfil almofadinha enrustido não combina muito com candidato do povo?