Os 50 mais poderosos de Washington

Estadão

13 Outubro 2009 | 15h00

A revista GQ acaba de publicar a lista das 50 pessoas mais poderosas de Washington (fora aquelas que têm sobrenome Obama ou Biden, claro). No topo da lista está o chefe-de-gabinete cum leão de chácara e negociador mor de Obama, Rahm Emanuel. Chamado de Rahmbo por motivos óbvios, Emanuel é conhecido por seu extraordinário tino político, sua predileção por exepressões de baixo calão, e por ter presenteado um analista que o irritou com um peixe morto.

Antes de assumir o posto, Emanuel estava na fila para ser o próximo presidente da Câmara. Ele trabalhou para os Daley em Chicago e, por 5 anos, foi assessor do ex-presidente Bill Clinton. Emanuel, que mede menos de 1,65 m, fazia balé na adolescência, tem três filhos comn a esposa que conheceu em um blind date, e perdeu o dedo do meio cortando carne no Arby’s, na adolescência. “Ele ficou praticamente mudo depois do acidente”, brincou Obama.

Em segundo lugar vem o secretário de Defesa Robert Gates, que foi nomeado por George Dábliu Bush mas conquistou a confiança de Obama. Gates supervisiona duas guerras, no Iraque e Afeganistão, e um orçamento de US$ 555 bilhões. Ele é seguido por Ben Bernanke, presidente do Fed. Em quarto lugar está Max Baucus, líder do comitê de Finanças do Senado, essencial para aprovar a reforma da saúde, a lei climática, e outras. David Axelrod, principal assessor e estrategista de Obama, está em sexto lugar.

Em sétimo lugar, empatados (colocação que deve ter levado à economia de várias agulhas de voodoo), estão o secretário do Tesouro, Tim Geithner, e o diretor do conselho Econômico da Casa Branca, Larry Summers. Depois vem Nancy pelosi, a ultra-esquerdista presidente da Câmara, seguida de – pasmem- Dick Cheney, o ex-vice presidente e aspirante a Darth Vader que continua a assombrar Washington. Hillary Clinton, secretária de Estado, está lá embaixo, em 18º lugar. Reggie Love, o bonitão que é assistente pessoal do Obama, vem em 38º lugar.

O link do ranking: http://www.gq.com/news-politics/politics/200911/50-most-powerful-people-in-dc