Governo quer encerrar 2014 com dívida pública de 30% do PIB

Estadão

06 Dezembro 2010 | 17h13

Segundo Mantega, a relação será de 36,8% em 2011, ante os 41% projetados para este ano 

Jacqueline Farid, da Agência Estado

RIO – O ministro da Fazenda, Guido Mantega, disse nesta segunda-feira, 6, que a meta é que o País chegue ao final do governo Dilma Rousseff com uma dívida pública de 30% do PIB, ante os 41% projetados para 2010. Em 2011, segundo ele mostrou em uma tabela apresentada em seminário no Rio, a relação será de 36,8%.

Mantega também defendeu que analistas econômicos devem \”olhar mais\” os núcleos de inflação, ao invés de terem uma atenção exclusiva à \”inflação cheia\”. Mantega voltou a dizer que a inflação brasileira está em trajetória tranquila quando excluídos alimentos e demais commodities. \”Já falei para a FGV que o problema dos IGPs é que (os índices) medem o preço do produto na produção\”, disse em seminário no Rio.