Salve-se, se puder!
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Salve-se, se puder!

Resta saber se Renan terá força para reagir a MPF e Justiça igual à petulância que teve para provocá-los

José Nêumanne

12 Dezembro 2016 | 18h46

Renan com Eunício confraternizando-se no Senado Foto: André Dusek/Estadão

Renan confraternizando-se com candidato a sua sucessão, Eunício no Senado Foto: André Dusek/Estadão

Réunan ou Réinan, o senador das Alagoas, recebeu a primeira fatura pesada do comportamento agressivo e, sobretudo, desesperado com que tentou impor a própria impunidade à cúpula do Judiciário em episódios como o patrocínio da lei do abuso da autoridade por juízes e promotores e o episódio em que virou o presidente Pererê, podendo presidir o Senado, mas abrindo mão da prerrogativa da Casa de ocupar um lugar na fila da substituição do chefe do Poder Legislativo em qualquer tipo de impedimento. O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, já o havia atacado no caso anterior e, desta vez, avançou mais ao denunciá-lo por corrupção e lavagem de dinheiro. Salve-se, se puder!

(Comentário no Direto da Redação 3 da Rádio Estadão – FM 92,9 – na segunda-feira 12 de dezembro de 2016, às 17h25m)

Para ouvir clique aqui e, aberto o site da emissora, 2 vezes no play sob o anúncio em azul