Ouvidos de mercador
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Ouvidos de mercador

Maia desobedece ao STF que mandou Câmara rediscutir lei de iniciativa popular contra corrupção

José Nêumanne

17 Fevereiro 2017 | 09h31

Rodrigo Maia dá uma de João sem braço na Câmara Foto André Dusek/Estadão

Rodrigo Maia dá uma de João sem braço na Câmara Foto André Dusek/Estadão

Em guerra não declarada, procuradores, policiais e juízes querem punir alvos de suas investigações, que tentam se livrar delas. Já que não dá para escapar da Lava Jato, tentam extingui-la. Por isso, na calada da noite, congressistas destroçaram as dez medidas contra a corrupção, propostas por procuradores da força-tarefa da Lava Jato e por Janot em lei de iniciativa popular. Para se anistiarem, mas sem pagar o custo político da atitude diante da população que apoia as investigações e não aceita a impunidade dos mandatários que se dizem representantes da sociedade, mas não agem como tal, deputados viraram a lei pelo avesso e Rodrigo Maia não a pôs sob nova discussão, desobedecendo decisão do STF.

(Comentário no Estadão no Ar da Rádio Estadão – FM 92,9 – na sexta-feira 17 de fevereiro de 2017, às 7h13m)

Para ouvir clique aqui e, aberto o site da emissora, 2 vezes no play sob o anúncio em azul