O melhor negócio do mundo
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

O melhor negócio do mundo

Ao refazer trilha do dinheiro indo pra Suíça, onde foi lavado, e de volta pra contas de doleiros, funcionários da Petrobrás e políticos do PT, aliados e falsos oponentes, Lava Jato flagra indústria da rapina do erário

José Nêumanne

09 Maio 2018 | 11h54

Preso na 51.ª fase da Lava Jato, Déja vu, chega preso à PF do Rio Foto: Onofre Veras/Agência O Dia

A 51.ª fase da Operação Lava Jato – denominada déja vu – possibilita a conclusão de que não há negócio lícito ou ilícito no mundo – nem tráfico de drogas nem lenocínio de luxo – que se possa comparar com a rapina nos cofres de empresas, autarquias e até do serviço público empreendida pelas gestões do PT, seus cúmplices (PMDB, PP, PRB, PDT, PCdoB, etc.) e até seus falsos oponentes (PSDB) nas últimas quatro gestões na Presidência do Brasil. A PF e o MPF, com autorização da Justiça Federal, deram conta do pagamento de R$ 200 milhões entre 2010 e 2012 em propinas para burocratas da Petrobrás e políticos do governo pela Odebrecht. Os políticos negam, mas não dá para explicar dinheiro indo para a Suíça e voltando para suas contas.

(Comentário no Jornal Eldorado da Rádio Eldorado – FM 107,3 – na quarta-feira 9 de maio de 2018, às 7h40m)

Para ouvir clique aqui e, em seguida, no play

Para ouvir Romaria, com Elis Regina, clique aqui

 

 

Assuntos do comentário da quarta-feira 9 de maio de 2018

 

1 – Haisem A que conclusões importantes leva o trabalho até agora divulgado da Operação Lava Jato na fase Déja Vu?

 

2 – Carolina A defesa de Lula pediu e não conseguiu frigobar na cela de seu cliente, mas foi autorizada a lhe entregar um Ipod, a providenciar assistência espiritual com o franciscano Leonardo Boff e atendimento médico com o ex-ministro Alexandre Padilha. Até que ponto e até quando durará esse verdadeiro teatro de revista no inferno prisional brasileiro?

 

3 – Haissem Por falar no ministro do STF Gilmar Mendes, o que você acha dessa tentativa de relativização da já reduzida redução do foro privilegiado que ele batizou de “cláusula transitória”?

 

4 – Carolina Quais as conseqüências políticas que terá sobre a eleição presidencial deste ano a desistência do ex-presidente do Supremo Tribunal Federal Joaquim Barbosa de disputá-la pelo Partido Socialista Brasileiro?

 

5 – Haisem A delação premiada, feita ontem pelo casal João Santana e Mônica Moura, marqueteiros do PT, a respeito do financiamento ilícito da campanha de Fernando Haddad para a Prefeitura de São Paulo, poderá afetar os planos de ele vir a ser o vice ungido que terminará disputando a Presidência da República no lugar do presidiário Lula?

 

6 – Carolina Que conseqüências advirão da decisão do ministro do STF Alexandre de Moraes de encaminhar para a primeira instância da Justiça mineira um inquérito protagonizado pelo senador Aécio Neves, do PSDB?

 

7 – Haisem A Segunda Turma do STF decidiu, por 3 (Fachin, Celso de Mello e Gilmar) a 2 (Toffoli e Lewandowski) abrir ação criminal contra os irmãos Vieira Lima e a mãe deles, Marluce, além de manter Geddel preso por conta dos 51 milhões de reais mantidos num apartamento sob controle do núcleo familiar. Em que isso afetará o destino dos réus e dos mais chegados a eles, inclusive o presidente Temer?

 

8 Carolina O que o a delação, de que Dilma Rousseff se disse arrependida de ter assinado a lei autorizando premiar, poderá ajudar a polícia do Rio de Janeiro a descobrir mandantes e executantes do assassínio de Marielle Franco e Anderson Gomes?

 

SONORA Romaria Elis Regina

https://www.youtube.com/watch?v=CGOlzV_8mh4