No pugilato supremo
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

No pugilato supremo

Cármen Lúcia conseguiu driblar a pressão dos colegas do STF marcando julgamento do habeas corpus para Lula, mas ninguém garante que Marco Aurélio não a constranja, como pretendia fazer antes

José Nêumanne

22 Março 2018 | 11h27

Barroso ouve e medita antes de partir para o confronto pessoal com Gilmar Mendes. Foto: André Dusek/Estadão

Cármen Lúcia fez o que estava a seu alcance para evitar ser emparedada pelos colegas do STF e, se não evitar, pelo menos adiar seu apequenamento com a alteração do princípio da prisão após condenação em segunda instância só para atender à tirania e ao capricho de Gilmar Mendes, esculachado por Luís Roberto Barroso em sessão pública, com transmissão direta pela TV. Ela agendou a votação do habeas corpus de Lula para a quinta-feira, o que não deixa de ser esdrúxulo, de vez que Palocci espera há um ano decisão sobre o próprio hc. Ninguém, contudo, pode garantir se Marco Aurélio não vai desafiar a presidente na sessão.

(Comentário no Jornal Eldorado da Rádio Eldorado – FM 107.3 –  na quinta-feira 22 de março de 2018, às 7h20)

Para ouvir clique aqui e, em seguida, no play

 

Para ouvir O Malandro Era Forte, com Bezerra da Silva, clique aqui

 

Assuntos para comentário da quinta-feira 22 de março de 2018

 

1 – Haisem Cármen Lúcia fez bem ou mal em marcar votação do habeas corpus exigido pela defesa de Lula, agora chefiada por seu amigo e padrinho Sepúlveda Pertence ou deveria continuar resistindo?

 

2 – Carolina Mas será que na sessão de hoje ela conseguirá manter Marco Aurélio Mello e Celso de Mello, além de seus comparsas na tentativa de adiar a execução das penas para as calendas?

 

3 – Haisem Mais um bate boca entre Gilmar Mendes e Luís Roberto Barroso expõe à Nação o inédito baixo nível dos supremos juízes da República nesta nossa quadra absurda sob a vigência desta república dos réus?

BARROSO E GILMAR_SONORA

 

 

4 – Carolina Em que o agendamento do julgamento dos embargos de declaração interpostos pela defesa do Lula para segunda-feira 26 de março influiu na decisão da presidente do Supremo sobre o habeas corpus?

 

5 – Haisem Papa Francisco telefona para a mãe da vereadora Marielle Franco e Temer, enfim, vai ao Rio para discutir aspectos que não podem ser negligenciados no financiamento e na ajuda da PF e do Exército na investigação até agora mambembe da investigação do atentado. Será que isso indica alguma mudança para melhor na intervenção meia boca? Só que, enquanto isso, uma semana depois, a polícia noticiou que passou pelo local do crime para observar o local. Só agora?

 

6 – Carolina O apagão do Norte e Nordeste provocado por falha no fornecimento de Belo Monte indica que o setor elétrico brasileiro funciona num nível de gerenciamento abaixo do esperado?

 

7 – Haisem Não lhe parece significativo que o primeiro presidente a renunciar por estar sendo acusado de receber propina da empreiteira brasileira Odebrecht seja o do vizinho Peru, Pedro Pablo Kuzinski? Será que as instituições do Estado de Direito peruano funcionam melhor do que as nossas? É bom lembrar que Nicolas Sarkozy também foi detido para responder sobre recebimento de dinheiro do tirano líbio Kadafi para sua campanha para a presidência da França…

 

8 – Carolina O que você espera desta nova colaboração de William Waack como colunista semanal, às quintas-feiras, no Estadão?

SONORA_WAACK

 

SONORA O malandro era forte Bezerra da Silva

https://www.youtube.com/watch?v=TfVB8U_3dpE

Começar do começo