Lula em apuros
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Lula em apuros

Petista pensava transformar sua campanha eleitoral em peregrinações pelo País num grande show de carisma e fé, em que militantes exigissem que a Justiça não o punisse, mas no sul está dando é com os burros n'água

José Nêumanne

26 Março 2018 | 16h24

Lula tem enfrentado contratempos na campanha eleitoral fora de época que faz pelo sul Foto: Miguel Schincariol/AFP

Meu Direto Ao Assunto abriu o Podcast Comentaristas do Jornal Eldorado da Rádio Eldorado – FM 107,3 – na manhã de segunda-feira 26 de março com os seguintes temas: a caravana com que Lula espera assustar a Justiça brasileira e impedir que seja decretada sua prisão, depois de uma eventual condenação na segunda instância hoje não está muito persuasiva, pelo menos no sentido desejado por ele; o advogado de Lula no STF, José Roberto Batochio, recorreu a uma frase do defensor do rei francês Luís 16 contra o que ele chamou de “ferozes jacobinos” e de “turba”, ou seja, os manifestantes a favor da lei e, então, por consequência, do Estado de Direito; peroração de Batochio, tão elogiada pelos ministros garantistas do Supremo, chamou atenção; o general da reserva Antônio Hamilton Martins Mourão chamou o habeas corpus que o STF está prestes a dar a Lula de “salvo-conduto” e eu, de anistia? não habeas corpus; informa-se que está sendo negociado um indulto para Lula com um eventual candidato ao segundo turno, caso o candidato do PT não passe do primeiro; falta credibilidade à Justiça Eleitoral, pois o TSE só vai poder analisar as contas de 2018 em 2023 e, sSe a eleição for fraudada, o TSE só vai anular seu resultado findo o mandato do vencedor; a luz trazida às relações entre o bolivarianismo venezuelano e o populismo petista tuipiniquim pelo furaço de reportagem de Jamil Chade no domingo no Estadão a respeito de liberação de 4 bilhões à Odebrecht por caixa dois logo depois da eleição de Nicolás Maduro; e a pesquisa DataFolha concluindo que a intervenção militar na segurança pública do Rio é aprovada por 76%, mas 71% não viram melhoria nenhuma e 52% esperam ver bons resultados em dezembro, quando ela for extinta. Eliane Cantanhêde comentou a reunião do TRF-4 para o capítulo final da condenação de Lula em segunda instância instância, o que, porém, ainda não abrirá as portas da prisão para o ex-presidente, que tem salvo conduto do STF; aliás, semana de Páscoa não é mais do uma expressão, porque os ministros da mais alta corte tiraram a semana inteirinha de férias e só voltam dia 4 de abril ao trabalho; Lula não está tendo muito boa receptividade no sul; e 70 ônibus queimados no Ceará. Alexandre Garcia abordou o Brasil em guerra urbana no Rio de Janeiro e Fortaleza; a Semana Santa da Justiça; e a polarização na disputa presidencial. Em Direto da Fonte, Sonia Raci previu que a sessão sobre Lula no TRF-4 seria rápida (e foi mesmo!).

Para ouvir clique aqui