É militar, sim!
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

É militar, sim!

Governo insiste em caracterizar intervenção em segurança no Rio como federal, mas ela é cada vez mais militar mesmo

José Nêumanne

22 Fevereiro 2018 | 17h37

Ministro da Justiça reúne-se com secretários de Segurança de São Paulo, Minas e Espírito Santo, como se tivesse alguma autoridade sobre intervenção Foto: Nelson Antoine

Os papas da intervenção federal na segurança pública do Rio – com destaque especial para o ministro da Defesa, Raul Jungmann – insistem em tentar descaracterizá-la como militar e a chamam de federal. Tomam, contudo, atitudes que negam essa insistência: continuam procurando artifícios pseudolegais para pedirem à Justiça mandados coletivos de busca e apreensão contrariando o que disse o presidente do TJ-RJ, Milton Fernandes dos Santos, que avisou que os negará. E, para completar, o esvaziado ministro da Justiça, Torquato Jardim, reuniu-se com secretários estaduais de Segurança e autorizou a PM de São Paulo a cumprir tarefas da Polícia Rodoviária Federal, mais uma excrescência de gestão policial. Este é um dos comentários que fiz no programa Estadão às 5, apresentado por Emanuel Bomfim e por mim comentado direto do estúdio da TV Estadão no meio da redação do jornal e retransmitido pelas redes sociais Youtube, Twitter, Periscope e Estadão e Facebook na quinta-feira 22 de fevereiro de 2018, às 17 horas.

Para ver o vídeo clique aqui