Desmentindo Dilma
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Desmentindo Dilma

Se Palocci fizer, como se espera, delação premiada, o PT desaba, prevê Eliane Cantanhêde em comentário

José Nêumanne

15 Maio 2017 | 17h37

Dilma com Lula após o depoimento a Moro na rua em Curitiba  Foto Alex Silva/Estadão

No Jornal Eldorado da Rádio Eldorado – FM 107,3 – da segunda-feira 15 de maio de 2017, às 7h30m, comentei o fato de o vendedor das mentiras de Dilma como verdades para o eleitorado na reeleição de 2014, o marqueteiro João Santana, agora delatar à Polícia Federal as mentiras que Dilma anda contando depois que caiu da presidência. Marcelo de Moraes abordou como o governo federal do vice dela que assumiu a Presidência, Michel Temer, agrada a bancada ruralista perdoando os juros da dívida da contribuição social do empregador rural, que då um perdão de quase 10 bi, pra arrumar votos pra reforma da previdência. E a tentativa no Senado do governo acelerar a reforma trabalhista. Eliane Cantanhêde comentou a entrevista do Temer ao Estadão, assumindo compromisso com o emprego e defendendo seus ministros enrolados na Lava Jato. Ela também contou que Palocci é o último bastião e está na bica de fazer delação premiada. Se contar tudo, o mundo petista implode de vez. Se não contar, não terá os benefícios da delação. Gustavo Loyola falou do relatório Fócus e fez uma prévia do PIB. Sônia Racy cita a presidente do BNDES, Maria Sílvia Bastos, dizendo que “que é do interesse do BNDES saber se ele foi usado”. E Marília Ruiz ironiza as estatísticas “burras” de Rogério Ceni, técnico do São Paulo.

Para ouvir o Podcast clique aqui