Desconfiança geral
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Desconfiança geral

Com apenas 3% de apoio, Temer, Gilmar e Aécio são líderes nacionais da desaprovação popular

José Nêumanne

28 Agosto 2017 | 19h50

Entre risos e cochichos, Temer e Aécio dividem recorde com Gilmar: 3% de apoio popular. Foto: Ueslei Marcelino/Reuters

Juízes de primeira instância que condenam e mandam prender delinquentes nunca antes alcançados pelos braços curtos da lei brasileira – caso de Sérgio Moro, da Lava Jato, ainda gozam da simpatia popular, mas, desde que se dedicaram a palestras em excesso e à exposição de suas ideais pessoais começam a perder prestígio. Ministros de altos tribunais que se dedicam a soltar comensais de seus banquetes atingem níveis de apreço popular abaixo da crítica. O mais baixo de todos é, claro, o de Gilmar Mendes: 3%. A pesquisa Ipsos que sustenta a manchete do Estadão – “Onda de desaprovação a autoridades cresce e atinge o STF” – foi noticiada por Adriana Ferraz e comentada por mim no Estadão às 5 da segunda-feira 28 de agosto de 2017, às 17 horas, na TV Estadão, em programa transmitido do estúdio da redação do jornal e retransmitido pelas redes sociais Youtube, Twitter, Facebook e Periscope Estadão.

Para ver clique aqui