Apenas um caso de polícia
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Apenas um caso de polícia

Quebra-quebra na rua contra aprovação do teto de gastos públicos é caso de polícia, não ato democrático

José Nêumanne

14 Dezembro 2016 | 09h55

An anti-government demonstrator pushes the gate of Sao Paulo Industry Federation (FIESP) building during a protest against the constitutional amendment PEC 55, which limits public spending in Sao Paulo, Brazil, December 13, 2016. REUTERS/Paulo Whitaker

Com o prédio da Fiesp também são depredadas a paz social e a democracia Foto Paulo Whitaker/Reuters

Depredação da Fiesp, a exemplo de outras manifestações de ira contra a vitória do governo Temer no Senado ao aprovar a PEC do Limite dos Gastos Públicos, não é, ao contrário do que se apregoa, um protesto democrático, mas, sim, um violento esperneio contra a vontade da maioria, que quer, e precisa, evitar que o Estado brasileiro chegue à situação final de não ter condições de bancar as despesas da máquina pública estroina, inclusive vencimentos de servidores. Demonstram apenas a incompetência das polícias estaduais em reprimir o crime organizado, inclusive e principalmente a violência de grupos de sabotadores inimigos do Estado Democrático de Direito.

(Comentário no Estadão no Ar da Rádio Estadão – FM 92,9 – na quarta-feira 14 de dezembro de 2016, às 7h14m)

Para ouvir clique aqui e, aberto o site da emissora, 2 vezes no play sob o anúncio em azul