A vírgula da discórdia
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

A vírgula da discórdia

Uso do verbo errado no slogan abandonado - O Brasil voltou, 20 anos em 2 - escancarou evidência de que, ao esconder denúncias de corrupção e derrota das reformas, governo Temer deveria ter deixado data passar ao largo

José Nêumanne

16 Maio 2018 | 11h10

Vírgula do slogan caiu, mas verbo errado ficou na festa equivocada pelos 2 anos de Temer. Foto: Ueslei Marcelino/AFP

A tentativa dos marqueteiros de Temer de transformarem um canto de torcidas (“o campeão voltou”) no slogan da festa marcada para celebrar dois anos de governo – O Brasil voltou, 20 anos em 2 – deu em nada por causa de uma polêmica sobre uma vírgula, que estava correta na frase errada. Houve quem lembrasse os “50 anos em 5” de Juscelino, mas esta era uma meta a ser perseguida no futuro, não uma comemoração de um passado, e o problema não era o plágio e, sim, o verbo usado que lembra retrocesso, e não avanço, como se pretendia. Com 13,7 milhões de desempregados, a economia parada, o Congresso que não funciona, as reformas que não foram aprovadas e a corrupção que não foi citada, o melhor seria esquecer a data e tocar o barco.

(Comentário no Jornal Eldorado da Rádio Eldorado – FM 107,3 – na quarta-feira 16 de maio de 2018, às 7h40m)

Para ouvir clique aqui e, em seguida, no play

Para ouvir Boca de radar, com Bezerra da Silva, clique aqui

 

Assuntos do comentário da quarta-feira 16 de maio de 2018

 

1 – Haisem Qual sua opinião sobre a polêmica em torno da vírgula no título – O Brasil voltou, 20 anos em 2 – dado pela marquetagem de Temer à solenidade que seria para comemorar e terminou sendo realizada para permitir o balanço do pedaço cumprido do mandato-tampão em que Temer substituiu Dilma?

SONORA_TEMER 1605 01

 

2 – Carolina Está no blog de Fausto Macedo que o desembargador César Augusto Andrade de Castro, da 3.ª Câmara de Direito Criminal, negou liminar em pedido de habeas corpus do ex-vereador de Diadema Manoel Eduardo Marinho, o ‘Maninho do PT’, e de seu filho Leandro Eduardo Marinho, acusados de tentativa de homicídio do empresário Carlos Alberto Bettoni, na noite de 5 de abril, em frente ao Instituto Lula, na zona sul da capital. ‘Maninho do PT’ e Leandro tiveram a prisão preventiva decretada na sexta-feira, 11, pela 1.ª Vara do Júri do Foto Central Criminal e, pasmem todos, eles estão foragidos. Que podemos dizer disso?

 

3 – Haisem Os leitores da revista Veja desta semana ficaram muito chocados com o episódio de violência de Roberto Caldas, juiz da corte de Direitos Humanos da Corte Interamericana, contra a mulher, Michella Marys, e assédio sexual contra as babás dos próprios filhos do casal. Depois de haver pedido licença do cargo, o acusado agora renunciou ao posto. Essa punição bastará para castigá-lo por seus malfeitos, como diria Dilma Rousseff, que o indicou para o honroso posto judiciário?

 

4 – Carolina O Blog 18 reproduziu notícia do Uol segundo a qual o ex-presidente do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC e hoje deputado federal pelo PT Vicente Paula da Silva, o Vicentinho, oficializou a nomeação de Thiago Trindade Lula da Silva, 21 anos, filho de Marcos Cláudio, rebento do primeiro casamento de Marisa Lula da Silva que o ex-presidente adotou como se filho dele fosse. Você diria que o nepotismo é uma prática que não conhece na guerra ideológica do Brasil nenhuma rejeição. À direita ou à esquerda, a parentela é da predileção comum, unânime e ecumênica?

 

5 – Haisem Por que o procurador-geral do Estado de São Paulo, GianpauloSmanio, requisitou para seu talante decidir para onde remeter o processo em que o ex-governador Geraldo Alckmin é acusado de eventual recebimento de propinas de 10 milhões e meio de reais da Odebrecht pelos procuradores da Operação Lava Jato, se, no fim, ele terminou mandando de volta para a Promotoria do Patrimônio Público da Capital, onde já estava. Terá sido por que, depois da reação firme do procurador Ricardo Manuel Castro, com quem se encontrava o processo, pegou mal ou sinceramente ele imaginava que, de fato,o picolé de xuxu ainda gozava do foro privilegiado de governador do Estado?

 

6 – Carolina O que o levou a escrever seu artigo, publicado na página 2 do Estadão de hoje e intitulado As Forças Armadas nos devem desculpas, ao comentar a revelação de que os generais Geisel e Figueiredo deram sequência à política de execução de “subversivos perigosos” do antecessor Emílio Médici, feita em memorando da CIA a Kissinger?

 

7 – Haisem O que o ministro do STF Gilmar Mendes quis dizer quando afirmou que soltou o dito operador do MDB Milton Lyra porque ele não representa nenhum risco para a investigação. Quer dizer que a função punitiva pelo delito cometido saiu do dicionário jurídico do professor e constitucionalista do Pantanal?

 

8 – Carolina Que lições você acha que devemos tirar da prisão do doleiro Carlos Alexandre, vulgo Ceará, na Operação Efeito Dominó da Polícia Federal alcançando remanescentes do escândalo do Banestado, no qual também foi condenado o primeiro delator da Lava Jato, Alberto Yousseff, e trazendo indícios preocupantes da relação entre os políticos acusados nesta operação e os traficantes de drogas que, segundo a PF, foram flagrados na última devassa?

 

SONORA Boca de radar Bezerra da Silva

https://www.youtube.com/watch?v=eM1py3mORXg