A negligência continua
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

A negligência continua

Enquanto choramos mortos e desabrigados do prédio que desabou, devemos agradecer a Deus milagres de outros mais de cem não terem ainda sido palco de tragédia igual, e já passou da hora de desocupá-los

José Nêumanne

03 Maio 2018 | 11h37

No prédio ocupado da avenida São João, 588, riscos estão ao alcance de um olho nu. Foto: Nilton Fukuda/Estadão

Mais de uma centena (na verdade, ninguém sabe quantos realmente seriam) de edifícios velhos pertencentes ao patrimônio público no centro de São Paulo estão sob risco de servirem de cenário para tragédia semelhante à da madrugada de anteontem com o Wilton Paes de Almeida, no Largo do Paissandu. Em vez de chorar os mortos e lamentar pelos desabrigados pelo incêndio e desabamento desta semana, devemos comemorar o milagre de cada dia que tem sido esses prédios ainda estarem de pé e seus ocupantes vivos. E lamentar o fato de que as autoridades federais, estaduais e municipais não aproveitarem o impacto emocional da tragédia para desocupá-los imediatamente e evitar que esse verdadeiro assassinato coletivo, e jamais acidental, ocorra de novo.

(Comentário no Jornal Eldorado da Rádio Eldorado – FM 107,3 – na quinta-feira 3 de maio de 2018, às 7h45m)

Para ouvir clique aqui e, em seguida, no play

Para ouvir É Proibido Proibir, de e com Caetano Veloso, clique aqui

 

Abaixo, os assuntos do comentário:

1 – Haisem Por que as autoridades não aproveitam o impacto emocional provocado pelo incêndio e desabamento do edifício Wilton Paes de Almeida e tratam de acabar com o perigo de nova tragédia nos outros prédios invadidos nas mesmas condições?

 

2 – Carolina Quais são os riscos para a economia brasileira causados pela presença de um suspeito de prática de crimes de corrupção como Blairo Maggi no Ministério da Agricultura?

 

 

3 – Haisem Qual a contribuição que o Supremo Tribunal Federal está dando à igualdade de todos os cidadãos brasileiros perante a lei modificando os pré-requisitos básicos do tal do foro por prerrogativa de função com essa votação que parece não ter fim com votos longos, vazios e sem objetividade nenhuma?

 

 

4 – Carolina Que efeitos poderá ter para a vida de Lula o sorteio que indicou Dias Toffoli como relator do processo da defesa do ex-presidente pedindo a mudança do processo do sítio de Atibaia para longe de Sérgio Moro?

 

5 – Haisem Você criticou tanto a polícia do Paraná que não consegue resolver atentados importantes como os balaços desferidos contra dois ônibus da caravana do Lula na estrada e o acampamento dos lulistas em Curitiba. O que tem a dizer agora sobre a descoberta incrível de que os tiros foram intencionais?

 

6 Carolina A que conclusões o brasileiro que acredita na possibilidade de punição de políticos e gestores públicos corruptos ao ser informado que os aliados do governador de Minas Gerais, Fernando Pimentel, paralisaram seu processo de impeachment?

 

7 – Haisem O que pode motivar alguém a carimbar cédulas de dinheiro corrente com “Lula Livre” e como o cidadão que não concorda com essa invasão de seu bolso pode exercer seu livre arbítrio em relação a essa violência?

 

8 – Carolina Que prejuízos pode causar ao Brasil o calote da Venezuela e de Moçambique contra o BNDES e que tipo de punição pode ser aplicada aos responsáveis por esse absurdo em matéria de gestão econômica?

 

SONORA É proibido proibir Caetano Veloso vaia no Tuca

https://www.youtube.com/watch?v=mCM2MvnMt3c