Afeganistão: uma guerra desinteressante

Marcos Guterman

22 Dezembro 2010 | 00h01

Não é só Barack Obama que está desembarcando da Guerra do Afeganistão. A imprensa americana já fez isso há tempos, mostra um levantamento do Pew Research Center. Segundo esse estudo, comentado no New York Times, as pautas sobre o Afeganistão representaram apenas 4% do noticiário total no início do mês, embora tenha várias mortes por dia e ainda seja um dos principais desafios da política externa americana. E, quando noticiada, a guerra vem acompanhada de perguntas como “por que ainda estamos no Afeganistão?”.

Tony Maddox, da CNN, resumiu a dificuldade de transformar o importante em interessante no caso afegão: “Nos EUA, a audiência já está sofrendo de fadiga de guerra”.

Mais conteúdo sobre:

Guerra do Afeganistão