1. Usuário
Assine o Estadão
assine


Enquanto tucanos celebram Real no Congresso, governo distribui máquinas em Minas, reduto de Aécio

Marcelo Moraes

25 fevereiro 2014 | 13:51

Com apoio do comando do Congresso, os tucanos organizaram um grande evento na Casa para celebrar os vinte anos do Plano Real. Não foi à toa. Para reforçar a campanha presidencial do senador Aécio Neves (PSDB-MG), o plano do PSDB é ressaltar as qualidades que os dois mandatos de Fernando Henrique Cardoso trouxeram ao País e passar a mensagem política de como seria bom se o partido voltasse ao poder no lugar do PT. Tanto que a grande estrela da festa foi o próprio Fernando Henrique, que defendeu, no seu discurso, uma correção de rumo para o Brasil.

A questão é que enquanto os tucanos tentam mobilizar seus eleitores com o discurso, o governo federal petista também opera atrás de votos. Nesse caso, o jogo é de outra maneira, com a entrega maciça de máquinas e equipamentos nas cidades de Minas Gerais, justamente o reduto político de Aécio Neves e segundo maior colégio eleitoral do País.

Nessa quarta-feira, a presidente Dilma Rousseff participará, em Betim, do evento organizado pelo Ministério do Desenvolvimento Agrário para entregar equipamentos relativos à segunda fase do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC 2). É a décima-sétima entrega de máquinas que o governo federal faz em Minas.

Ao todo, serão entregues 64 motoniveladoras, 138 caminhões-caçamba e 24 caminhões-pipa para as prefeituras locais.

Com tantos votos em jogo no Estado e com a perspectiva de perder para a Aécio num local onde o PT tradicionalmente tem levado vantagem na corrida presidencial, Dilma tenta reagir ao discurso da oposição com ações diretas em Minas.